Carlos Pimentel

Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos e especialista em Gestão Pública Municipal. Edita o site Novo Milênio (www.novomilenio.inf.br).

Existem pelo menos dois Brasis: o que dá certo e o que se pendura nele, sugando suas energias quase até esgotá-lo. Não é nenhuma novidade, já em agosto de 1983 uma antológica série de reportagens do extinto Jornal da Tarde/OESP ("A República Socialista Soviética do Brasil") mostrava esse Brasil que prospera.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Há quinhentas semanas, completadas nesta coluna, escrevo neste espaço, sobre o mundo dos transportes, da logística, do comércio exterior. São quase dez anos, aos quais se poderiam somar outros 25 de jornalismo especializado. Muito já foi dito e mostrado aqui, muito pouco foi feito, e se o Brasil cresceu nestes anos todos, decerto não foi em função da infraestrutura de transportes e armazenagem.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
A Fifa disse que as obras para a Copa estavam atrasadas, mas o governo brasileiro mandou que os dirigentes dessa organização se calassem, pois garantia que tudo estaria pronto a tempo. Eu e a Velhinha de Taubaté (quem lembra?) confiamos no governo, palavra é palavra.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Parece um paradoxo: com tantas leis municipais, estaduais, federais, sendo criadas às centenas todos os dias, o Brasil na prática está se tornando uma terra sem lei.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Num país mais preocupado com os estádios (perdão, arenas) de futebol, passam até despercebidos outros fatos tratados com menos importância pelos meios de comunicação. Entre eles, a constatação de que as organizações criminosas continuam tomando a dianteira no quesito tecnologia.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente