Carlos Pimentel

Jornalista formado pela Universidade Católica de Santos e especialista em Gestão Pública Municipal. Edita o site Novo Milênio (www.novomilenio.inf.br).

Ah, o infinito mar oceano! Talvez para o poeta, mas não para quem dele depende e sabe que seus recursos são bem finitos, a começar pela sua capacidade de regeneração após desastres ambientais. Para alguns, uma latinha aqui, um saquinho acolá, não parecem nada diante da vastidão aquática a perder de vista, mas diversas organizações já têm mostrado que o problema pode assumir contornos muito graves em certos locais. Afinal, lembra o Instituto EcoFaxina, são 7 milhões de toneladas de lixo caindo no mar a cada ano, matando no mesmo período cerca de 100 mil mamíferos marinhos e tartarugas marinhas e mais de um milhão de aves aquáticas...

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Passagem de ano, quando as emissoras enchem a programação eternamente vazia com as famosas retrospectivas e os videntes se assanham para prever como serão os próximos doze meses (engraçado como a vidência tem data certa para acontecer...), aproveito a pausa para algumas reflexões sobre este setor que mexe tanto com a economia nacional, mas é tão desprezado por autoridades imprevidentes.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Muito antes de alguém pensar em nomes para tudo isso, ou de o Google tentar segui-lo na Internet, muito antes da própria Web, do telefone, do automóvel, do trem e dos consultores e deputados, Papai Noel vem gerenciando uma operação logística milenar, de alcance mundial, com serviço porta-a-porta (door-to-door) direto de sua fábrica no Polo Norte até a residência de cada ser neste planeta. Até dos que, por opção ou falta dela, não têm residência fixa.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Parabéns ao brasileiro Roberto Azevêdo, diretor geral da Organização Mundial do Comércio (OMC) pelos resultados da nona Rodada de negociações - realizada em Bali, na Indonésia, dias 3 a 6 de dezembro: conseguiu um avanço nos entendimentos, mesmo agindo como o general que na guerra recua para posições mais seguras, reorganizando as tropas para adiante lançar um novo ataque. A alternativa era, na prática, a própria dissolução da OMC, por inútil, já que a rodada anterior (Doha, 2001) estava travada num impasse entre os 159 países-membros, agora 160 com o Iêmen.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
A não ser que você seja corredor em circuitos de Fórmula 1 e assemelhados, ou atleta de competição, geralmente a pressa será inimiga da perfeição, como se constata na morte do protagonista da série de filmes "Velozes e Furiosos". É que para uma coisa ser bem feita, existe uma limitação de tempo que não pode ser transposta. Mas também, a demora se torna inimiga da perfeição, pois esta reside em entregar o resultado esperado no momento em que ele se faz necessário. De nada adianta remédio ótimo para paciente que já morreu, ou que a Justiça dê uma excelente decisão num caso em que vítima e réu já não estão neste mundo.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente