Laire Giraud

Despachante aduaneiro, colecionador de cartões-postais, especialmente de transatlânticos. Colaborador da Revista de Marinha de Portugal. Publicou cinco livros, como autor e co-autor, sobre temas da Santos antiga.

Para comemorar os 467 anos da fundação (1546) e os 174 anos (1839) da elevação de Santos à condição de município, reapresento um artigo sobre um fato desconhecido da grande maioria dos santistas – de nascimento ou de coração. A Cidade usufrui de terras conquistadas sobre o rio-estuário do Porto de Santos. Muitos poderão estranhar porque chamar o estuário santista de rio-estuário, mas o texto explica a questão... Um exemplo de terra conquistada é o local onde hoje está instalado o Terminal Marítimo Giusfredo Santini – Concais, local do antigo cais do Armazém 25. Antes de entrar no texto, quero dar os parabéns à Terra da Caridade e da Liberdade pelo aniversário, que será comemorado no dia 26 de janeiro de 2013. Viva Santos!

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
A seguir, apresento texto do historiador marítimo José Carlos Rossini, que expõe sucintamente informações sobre o livro.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
José Carlos Rossini, shiplover, um grande e eterno apaixonado por navios, lançará o livro “Armação Mercante do Brasil 1890-1945 – Primeira Parte” e “Praticagem de Santos 1890-1969 – Segunda Parte”.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Tive o privilégio de viajar por várias companhias aéreas, como a nossa querida e inesquecível Vasp, a Cruzeiro do Sul, a Varig, a Aerovias Brasil e a Sadia – mais tarde Transbrasil.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Próximo das festas de fim de ano, a mídia publicou notícias sobre os apagões de energia que afetaram o desempenho dos aeroportos cariocas - o Galeão e o Santos Dumont -, este último situado em local privilegiado do Rio de Janeiro.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s