Laire Giraud

Despachante aduaneiro, colecionador de cartões-postais, especialmente de transatlânticos. Colaborador da Revista de Marinha de Portugal. Publicou cinco livros, como autor e co-autor, sobre temas da Santos antiga.

Com satisfação, reapresento um artigo publicado em 2009, lembrando os memoráveis e elegantes navios de passageiros Anna Nery, Rosa da Fonseca, Princesa Isabel e Princesa Leopoldina, nomes que estão eternamente gravados no livro de ouro da Marinha Mercante do Brasil!

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
O veleiro recebeu esse nome, em honra ao Almirante Luiz Phelippe de Saldanha da Gama, nascido em 7 de abril de 1846, e que morreu em ação no dia 24 de julho de 1895.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
"Qual cisne branco que em noite de luaVai deslizando num lago azul..."(Trecho da Canção do Marinheiro)

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
A ânsia de viver deixou consternados todos que o admiravam. E ficou a lembrança das suas boas ações.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Meu tio Kepler Alves Borges tinha dois grandes orgulhos. O primeiro, de ter servido a gloriosa Força Expedicionária Brasileira (FEB) na Segunda Guerra Mundial, no quartel-general sob as ordens do General Castelo Branco – mais tarde Marechal e Presidente da República – no teatro de operações da Itália.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s