Laire Giraud

Despachante aduaneiro, colecionador de cartões-postais, especialmente de transatlânticos. Colaborador da Revista de Marinha de Portugal. Publicou cinco livros, como autor e co-autor, sobre temas da Santos antiga.

Nesta semana, optei por republicar um artigo que detalha o passado do Porto de Santos. É um dos textos mais acessados do Portogente e a parte dez de uma série que mostrou dezenas de imagens sobre o porto santista.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
O Clube do Leme de Santos é um clube de amigos, mas com um diferencial: não tem estatuto, nem sede social.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Confesso que fiquei muito curioso para saber como era o tal “Sansão”, pois não tinha idéia da sua configuração. Para complicar um pouco mais a minha imaginação, pouco antes fora exibido num dos cinemas da Cidade, o filme “Sansão e Dalila”, produzido em 1949 por Cecil B. de Miller, com os atores da Metro Goldwin Mayer Victor Mature e Eddy Lamar (uma das mais belas estrelas de Hollywood na sua época).

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Um dos meus artigos mais lidos e comentados que escrevi para esta coluna Recordar, do Portogente, é – sem dúvida! – "A Grande Cábrea", escrito em 2007.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Naquela década, reinava uma atmosfera leve, luminosa e  graciosa a bordo desses dois transatlânticos, bem diferente da dos grandes transatlânticos ingleses ou alemães que faziam a mesma rota, onde predominavam o rigor, a sobriedade e a formalidade social.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s