O Clube do Leme de Santos é um clube de amigos, mas com um diferencial: não tem estatuto, nem sede social.

Não é uma entidade juridicamente constituída, mas mantém a tradição de reunir a comunidade marítima e portuária desde junho de 1981, quando foi realizado o primeiro encontro de profissionais e executivos de atividades do porto, navegação marítima e outros setores do comércio exterior e logística do complexo portuário santista.


Foto noturna do Teatro Coliseu. Local onde aconteceu o primeiro evento do Clube do Leme e a exposição de fotos "Navios em Santos, Ontem e Hoje", que deu origem ao leilão em prol da instituição Mensageiros da Luz.

Apesar da informalidade, se torna necessária uma diretoria, que é formada pelo presidente, presidente de honra e diretores.

Há também uma outra regra não escrita, porém seguida para manter a tradição: o Clube do Leme é presidido sempre por um profissional de agência marítima.

Os demais diretores podem ser profissionais de outros segmentos portuários, logísticos e de comércio exterior.


Durante o evento, as presenças do atual presidente do Clube do Leme, Marcelo Neri, do secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia de SP, Paulo Alexandre Barbosa, e do Capitão dos Portos, Comandante Gerson Luiz Rodrigues da Silva, também presidente de Honra.

Outro ponto essencial é que o presidente de honra é sempre o comandante da Capitania dos Portos de São Paulo. Não há reeleição e a gestão é de um ano.

Vale dizer que o presidente do Clube do Leme é eleito informalmente pela comunidade durante evento de confraternização, conforme a vontade da maioria.


O presidente Marcelo Neri, quando falava aos presentes na companhia
dos membros da diretoria: um prestigiado clube de amigos.

O atual presidente é Marcelo Néri e a diretoria é formada por André Luiz Collacio Lettieri, André Zanin, Carlos Augusto, David Walton, Elber Justo, Elder Justo, Elmer Justo, Mauro Sammarco, Osea Pereira Filho e Waldemir C. Xavier.

A cada 90 dias, em média, são organizados os eventos que reúnem a comunidade marítima e portuária.


Foto clicada na Sala da Câmara do histórico Teatro Coliseu (1909) durante o alegre coquetel que reuniu profissionais da área marítima e portuária

Já foram presidiram o clube, entre outros, David Walton, Jorge Mariano, Glen Gordon Findlay, José Roque, Adelmo Guassaloca, André Lettieri, José Eduardo Lopes e Elber Alves Justo. A lista é longa.

Em 19 de abril de 2012, aconteceu, na Sala da Câmara do Teatro Coliseu, um agradável coquetel, com a presença de vários amigos, dentro de um ambiente de muita alegria e camaradagem. O próximo evento será na Casa do Trem Bélico.


Entre os presentes, o autor da coluna Laire J. Giraud - W.Port; Nicola Ferragnolo - Baptistela e Adalberto Mariani Jr - da Alphmar.

No saguão de entrada do antigo e histórico Teatro Coliseu, foi apresentada a exposição de fotografias Navios em Santos, Ontem e Hoje.

Os painéis com imagens antigas eram do acervo do autor desta coluna e as fotografias contemporâneas foram clicadas por Silvio Roberto Smera. Os painéis, com imagens belas e marcantes, estão em leilão.


Imagem do saguão do Teatro Coliseu, com alguns dos painéis com navios
que marcaram época em Santos e que estão sendo leiloados. Navios: Giulio Cesare (1953), Araraquara (1933), Anna C (1952)  e Alpe (1952). Todas clicadas pelo falecido fotógrafo José Dias Herrera, o Seu Zézinho, que
fazem parte do acervo do autor.

A renda obtida com os lances será revertida totalmente em favor da instituição beneficente Mensageiros da Luz, que presta assistência a pessoas com paralisia cerebral.

Para participar do leilão, consulte o site www.clubedoleme.com.br


Outra visão da Exposição "Navios em Santos, Ontem e Hoje", entre as
fotos de autoria de Silvio Roberto Smera, vemos o legendário
transatlântico Conte Grande da Italia di Navigazione


No saguão do Teatro Coliseu , patrimônio cultural da Cidade, observam
as fotos de Silvio Roberto Smera o coronel Mauricio Eduardo de
Toledo - MSC, Flavio Lambstain - MSC Cruzeiros, Eduardo José da
Silva - MSC e José Eduardo Lopes - Pandibra


O símbolo do Clube do Leme: a cana do leme, haste que movimenta o
leme de uma embarcação. Esse símbolo é repassado anualmente
durante a posse de um novo presidente. Nela estão gravados os nomes
de todos os que presidiram o Clube. Foto: Marcelo Neri.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente