Notícias do dia

O Dia Internacional da Mulher foi proposto pela socialista alemã Clara Zetkin, em 1910, na II Conferência Internacional das Mulheres Socialistas, na cidade de Copenhague, na Dinamarca, em homenagem as operárias americanas. Embora a história não precise em que dia ocorreu o massacre, a data instituída foi 8 de Março, celebrada em todo o mundo.

A chegada da família real portuguesa, praticamente banida da Europa pelas tropas francesas de Napoleão Bonaparte, separou definitivamente o Brasil de Portugal. A nação brasileira deixava então de ser colônia. A abertura dos portos acabou com três séculos de exclusivismo comercial português, o que arruinou Portugal, que tinha o monopólio da navegação, e trouxe grandes benefícios para o Brasil. Este se viu, de uma hora para outra, inundado por produtos mais baratos e em maior diversidade. Por outro lado, as exportações, antes obrigadas a passar por Portugal, podiam ser diretamente enviadas aos países compradores, crescendo sua demanda devido à presença no Brasil de comerciantes estrangeiros. Todo o sistema de comércio mudou, favorecendo os negociantes locais, sobretudo os traficantes de escravos.

O município de Cananéia, localizado no litoral extremo sul do Estado de São Paulo escreveu sua importância econômica nas páginas da história do Brasil. Além da polêmica que alimenta discussões entre historiadores ao longo dos séculos sobre a possibilidade de Cananéia ter sido a primeira cidade do País e não São Vicente.

As atividades do entreposto da CEAGESP – Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo/STO em Cananéia, estão paralisadas há cerca de dez meses. A informação é da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Cananéia.

O porto de Salvador existe desde 1816. Ao longo do século XIX, vários planos foram traçados para o seu desenvolvimento. A partir de 1891, a Companhia Docas e Melhoramentos da Bahia assumiu a responsabilidade de realizar novas obras no porto. Dois anos depois, a empresa mudou o nome para Companhia Internacional de Docas e Melhoramentos do Brasil. Já no século XX, em 02 de abril de 1906, passou a se chamar Companhia Cessionária das Docas do Porto da Bahia.