Ministério dos Transportes

O Fundo da Marinha Mercante (FMM) financiou o segundo navio gaseiro, um tipo de embarcação de construção adequada ao transporte de gás de petróleo. Ele recebeu o nome de Lúcio Costa e foi lançado último dia 20 no estaleiro Vard Promar, localizado em Ipojuca, em Pernambuco. A previsão de entrega do estaleiro à empresa Transpetro será em dezembro.O navio conta com 117,25 metros de comprimento e 5,8 metros de calado, capaz de transportar até 7.000 metros cúbicos de gás. Esta é mais uma embarcação do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef), que integra o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal.O FMM é gerenciado pelo Ministério dos Transportes e já desembolsou, até março deste ano, R$ 27,9 bilhões no fomento ao transporte aquaviário e à indústria naval. O Fundo tem contribuído para a renovação e o crescimento da frota brasileira, o fortalecimento da indústria naval, o aumento do transporte por hidrovias, cabotagem e apoio marítimo à exploração de petróleo no país.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Com a cessão de bens ferroviários pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), avançam as obras de revitalização da ferrovia no município de Miguel Pereira, no Rio de Janeiro, para a implantação de um trem turístico. A cessão é uma das destinações dos bens da antiga Rede Ferroviária Federal (RFFSA) realizadas pelo órgão, órgão responsável pelos bens que não foram arrendados às concessionárias que exploram economicamente as ferrovias.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou, no Diário Oficial da União, do dia 5 último, a autorização da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF) para prestação de serviço de transporte ferroviário de passageiros, com finalidade turística e cultural.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
A partir de maio, o tráfego de veículos da região entre Rondonópolis (MT) e o Terminal de Cargas da América Latina Logística (ALL) da BR-163/MT será realizado pela nova pista, enquanto a pista original é restaurada com previsão de entrega em três meses. Os 22,7 quilômetros foram duplicados ao longo de dez meses pela Rota do Oeste, concessionária que administra a rodovia. Após finalizar a fase de acabamento e sinalização, o trecho será oficialmente entregue à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O governo federal e lideranças dos caminhoneiros realizaram, nesta quarta-feira (22/04), a quarta reunião da Mesa de Diálogo do Transporte Rodoviário de Cargas, criada em 25 de fevereiro. No encontro, o governo apresentou um balanço das conquistas e garantiu a continuidade do diálogo permanente com o setor.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente