Ministério dos Transportes

O filme “A Colisão”, integrante da campanha de prevenção de acidentes do Ministério dos Transportes, foi inscrita no festival The One Show, em New York, Estados Unidos. O festival é uma dos eventos mais prestigiados nas áreas de criatividade, propaganda e designer do mundo, e será realizado entre os dias 4 e 8 de maio.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Em reunião com o senador Blairo Maggi (PR/MT), produtores e empresários do setor de agronegócios do Mato Grosso, o ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, apresentou nessa quarta-feira (4),o plano de ação para o escoamento da safra 2015 no corredor logístico do Centro-Oeste e Norte.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes publicou, nessa segunda-feira (2), o edital de licitação para contratação de projeto e obras implantação e pavimentação do acesso ao porto de Miritituba, num total de 8,3 quilômetros. A avaliação do setor produtivo é de que o acesso vai eliminar um dos gargalos atualmente existentes no caminho entre o produtor e os centros consumidores. É em Miritituba, nas Estações de Transbordo de Carga – ETCs, que a carga transportada nos caminhões, oriundos principalmente da região Centro-Oeste, é transferida para as barcaças que levarão o produto rumo ao exterior.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Com a chegada do verão e o aumento da incidência de chuva, os motoristas brasileiros podem contar com informações atualizadas das situações de emergência nas rodovias federais do país na internet.
 
 
 
O serviço Chuvas e Emergências, disponível no portal do Ministério dos Transportes, foi elaborado pelo DNIT e atualizado de acordo com as ocorrências registradas pelas superintendências regionais nos estados nos períodos mais intensos de chuvas, principalmente entre dezembro e março.
 
O objetivo é informar os motoristas para reduzir a velocidade ou seguir por desvios em locais em obras. Além do site, os motoristas também recebem informações pelo Twitter, o que facilita o acesso para aqueles que estão viajando. Somente nesta rede social, o órgão conta com cerca de três mil seguidores que acompanham a situação das estradas no país. 

Na tabela atualizada nesta quarta-feira (07/01), por exemplo, estão informações que podem ser acessadas pelos motoristas como, “As fortes chuvas provocaram o escorregamento do corpo do aterro no Km 862, da BR-364, em Rondônia, próximo ao distrito da Vila Mutum. Equipes do DNIT estão no local e o tráfego flui normal”.
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
A Campanha de Prevenção de Acidentes 2014, lançada pelo Ministério dos Transportes, com veiculação em todo o país, já tem mais de nove milhões de acessos pelas redes sociais. No ar até o próximo dia 20, a campanha conta com filmes em emissoras de televisão, spots de rádios, anúncios em jornais, painéis eletrônicos e outras mídias. Desde o lançamento, no dia 19 de dezembro, além dos acessos, foram mais de 250 mil curtidas, mais de 14 mil compartilhamentos e comentários nas mídias eletrônicas. As redes sociais ajudam a divulgar a campanha e a alcançar um público maior do que as mídias tradicionais, já que a ideia é mobilizar a população, principalmente motoristas amadores e profissionais, para a importância e a necessidade de adoção de uma atitude responsável ao volante.Com o foco na prevenção de acidentes e slogans como “A Imprudência Mata” e “Colocar a Vida em Risco não é Acidente. É Crime”, a campanha publicitária de utilidade pública, integrante do programa Rodovida do governo federal, tem o objetivo de levar os cidadãos a refletirem sobre a gravidade e as consequências causadas pela imprudência ao volante, bem como o fato de ser crime contra a vida e a sociedade. Imprudência - Levantamento da Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta a imprudência, como o excesso de velocidade e ultrapassagens proibidas, como a principal causa de acidentes nas rodovias do país. Neste contexto, a campanha pretende promover a mudança de comportamento dos motoristas para a prevenção de acidentes. Ela será veiculada em 11 estados prioritários, que possuem, segundo dados da PRF, trechos com maiores índices de acidentes nas rodovias federais. São eles: Paraná, em primeiro lugar, seguido de Minas Gerais, Espírito Santo e Santa Catarina. Ainda integram a lista os estados de Pernambuco, Rio de Janeiro, Ceará, São Paulo, Goiás, Bahia e Distrito Federal.A campanha está sendo apresentada em redes de televisão aberta e canais pagos, nos principais espaços publicitários de programas jornalísticos, novelas, filmes e esportes, além de anúncios em jornais, e ainda banners e cartazes em painéis eletrônicos, paradas de ônibus, metrô, elevadores, pontos de pedágio em rodovias, portais na internet e redes sociais (EA).

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente