Frederico Bussinger

Consultor. Foi presidente da Companhia Docas de São Sebastião (CDSS), SPTrans, CPTM e Confea. Diretor da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), do Departamento Hidroviário de SP e do Metrô de SP. Presidiu também o Conselho de Administração da CET/SP, SPTrans, Codesa (Porto de Vitória), RFFSA, CNTU e Comitê de Estadualizações da CBTU. Coordenador do GT de Transportes da Política Estadual de Mudanças Climáticas (PEMC-SP). Membro da Comissão Diretora do Programa Nacional de Desestatização e do Conselho Fiscal da Eletrobrás.

1) Concessões e PPPs são um misto de resposta-pronta e de esperança apresentada por governantes, parlamentares e executivos públicos: São “vendidas” como uma espécie de Geni (aquela que “veio pra nos salvar”!).

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
1) A cena se repete: Prefeituras se tornam inadimplentes; entram na ilegalidade pelo não cumprimento de uma lei de política setorial. Neste caso, a de mobilidade.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
1) O Governo Federal anunciou e vem de consultar o TCU sobre a reintrodução do critério de maior outorga nas licitações para arrendamentos portuários.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
1) O Porto de Santos segue quebrando recordes! Mais significativo ante o contexto nebuloso da economia e de tantas vicissitudes: Qual o segredo? Um enigma?

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
1) Sob habilidoso título com duplo sentido, Manteli, preparado, tenaz e talvez o mais longevo dirigente de entidade do setor; Wilen Manteli, da ABTP, faz propostas para enfrentamento de um duplo “atoleiro” portuário: Da não-dragagem e da gestão das Administrações Portuárias.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s