Frederico Bussinger

Consultor. Foi presidente da Companhia Docas de São Sebastião (CDSS), SPTrans, CPTM e Confea. Diretor da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), do Departamento Hidroviário de SP e do Metrô de SP. Presidiu também o Conselho de Administração da CET/SP, SPTrans, Codesa (Porto de Vitória), RFFSA, CNTU e Comitê de Estadualizações da CBTU. Coordenador do GT de Transportes da Política Estadual de Mudanças Climáticas (PEMC-SP). Membro da Comissão Diretora do Programa Nacional de Desestatização e do Conselho Fiscal da Eletrobrás.

1) ANTAQ aprova 2 minutas de resoluções que, dentre vários temas, regra tarifas e preços portuários.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Ontem foi a Av. Dos Portugueses. No dia anterior fora a BR-135: Intransitáveis, nos 2 sentidos, durante boa parte do dia devido a manifestações de populações lindeiras. Os fatos talvez tivessem passado despercebido, não fosse o fato de que essas são as duas únicas vias de acesso ao complexo portuário da Baia de São Marcos (mais de 100 milhões t/ano), no Maranhão: Porto (público) do Itaqui e TUPs da Vale (Ponta da Madeira) e Alumar. Já houve casos em que ambas foram interditadas simultaneamente. Outros em que, ante a mera notícia de manifestações, escaldadas, as empresas optaram por dispensar seus funcionários antecipadamente (com inevitáveis prejuízos!).

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
1) Venceu o prazo: Milhares de lixões não foram desativados e, ante a Lei, prefeituras e prefeitos estão na ilegalidade. Sujeitos a sanções administrativas, cíveis e criminais.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Pontos chaves:1) 3 notícias recentes, aparentemente desconexas, podem destravar os arrendamentos portuários e definir o cenário do futuro próximo.2) A Portaria-SEP nº 349, publicada ontem, tem limitações; mas é um passo adiante.3) Ela, associada à decisão do STF da semana passada, podem induzir uma solução boa para o imbróglio da Ponta da Praia - Santos: Mas é possível uma melhor!

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Pontos chaves:1) A produtividade no Porto de Santos bate sucessivos recordes; anuncia VALOR.2) Ela se alinha às principais referências internacionais; e desautoriza a repetição, acrítica, de surrados bordões que contrariam avanços dos últimos 20 anos.3) O indicador de Cingapura, porem, merece retificação. No mínimo, contextualização.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s