Caros leitores,

Hoje, iremos continuar a escrever sobre os portos marítimos e falaremos de Bordeaux, que além do encorpado e famoso vinho tem também um porto importante.


Histórico

Gravura do antigo Porto de Bordeaux

 

             Bordeaux é antes de tudo uma cidade portuária: é de onde vêm sua origem e riqueza. A localização particularmente favorável graças a concavidade de um meandro que o Garonne descreve, aprofundando um canal na proximidade da cidade.

             Seus afluentes Dordogne, Peugue e Deveze, em outras épocas também abrigaram as embarcações. O Rio Garonne, que já foi chamado de mar em razão das fortes marés que o agitam, oferece a facilidade do transporte marítimo e fluvial para toda a região de Bordeaux desde Le Verdon, passando por Castillon- la-Bataille e La Réole.

Bordeaux e o meandro do Garonne

            Na Idade Média, as instalações localizadas na planície fluvial permitiam o acesso às embarcações. As margens naturais com inclinações suaves possibilitavam a aproximação das naves durante o período de maré alta. As primeiras paredes dos cais foram construídas a partir do século XVII e os cais definitivos na metade do século XIX, os quais recebiam vapores de forte tonelagem para a época.

 

Importância do porto

            Bordeaux é um porto marítimo situado no sudoeste da França, no estuário do Rio Gironde. Ele tem a vantagem de poder servir por hidrovia, uma vasta região situada a mais de 100 km do mar e está ligado ao Mar Mediterrâneo através do Rio Garonne e o Canal do Midi. A cabotagem também é importante face sua proximidade com a Espanha. Em 2005 o Porto de Bordeaux movimentou aproximadamente 8,5 milhões de toneladas de mercadorias.

             Fortemente influenciado pelas atividades econômicas, industriais e agrícolas e favorecido pela qualidade de suas ligações ferroviárias, rodoviárias e hidroviárias, o porto que outrora era um exportador de vinho, hoje recebe principalmente petróleo, produtos químicos, fertilizantes, farelos para alimentação animal e exporta produtos florestais, cereais e oleaginosas, o que torna Bordeaux o maior porto exportador europeu de milho e seus derivados.

             O Porto de Bordeaux oferece o serviço de contêineres para mais de 300 portos no mundo através de ligações regulares de diversas armadoras.

 

Localização dos terminais do Porto de Bordeaux no estuário Garonne

 

            O porto explora 6 terminais de carga que se localizam no estuário do Gironde, desde a foz em Le Verdon, até a cidade de Bordeaux no Rio Garonne:
• Verdon – contêineres e madeira
• Pauillac – hidrocarburantes e madeira
• Blaye – cereais e produtos químicos
• Ambes – hidrocarburantes e produtos químicos
• Basses – cereais, multi-graneis, contêineres e madeira
• Bordeaux - cruzeiros marítimos

 

Navio de cruzeiros no cais de Bordeaux

             O Porto de Bordeaux autorizou a criação de plataformas logísticas para a indústria automobilística e está também dispondo áreas para estocagem de contêineres e para a instalação de um pólo de tratamento de madeira, que é um importante produto para o porto. O Porto de Bordeaux também participa da logística empregada na construção do Airbus A380. O terminal de Pauillac recebe partes e peças do avião, transportadas em navios roll-on roll-off.

 

Um pouco de arte

             A exemplo de Rouen, Le Havre e Marselha, que foram retratados pelos impressionistas, o Porto de Bordeaux também foi pintado por Gauguin e Manet.

Cais do Porto de Bordeaux por Manet

 

Porto de Bordeaux por Gauguin

 

 

Referências bibliográficas

L' Office National de la Navigation, La voie navigable: une voie d'avenir. Paris: Automedon, 1980. 56p.

Robin, C., Bergeaud, C. Le français par la méthode directe
– Deuxième livre. Paris: Librairie Hachette, 1951. 186p.

Henry, B.,Henry M. Voyageurs aux longs jours. Paris: Les Éditions Arthaud, 1982.21.

Site: www.bordeaux-port.fr, acessado em 10/03/2006.

Site: www.logistics-in-europe.com/bra-fr/index.html, acessado  em 17/03/2006.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s