Caros leitores,

Na seqüência sobre o relato do Porto de Marselha, iremos falar das cargas movimentadas e das principais atividades realizadas no principal porto francês, localizado no Golfo do Lion, no Mar Mediterrâneo.


 

Tráfego

            Em 2004, foram movimentadas 95.800.000 toneladas, destacando-se o desembarque de petróleo, pois o porto está ligado, através de oleodutos, às principais refinarias francesas, como também abastece a Suíça e o sudoeste da Alemanha. O fluxo de combustíveis corresponde a 52% do total do porto.

Descarregamento de granel líquido em Marselha
 

            O tráfego de contêineres também é importante, já que foram movimentados 916.277 unidades TEU em 2004, atendendo grande parte da França e diversos países da Europa, devido às boas conexões ferroviárias e rodoviárias que a região de Marselha dispõe.
            O tráfego de graneis sólidos utiliza, principalmente, o eixo bimodal do Vale do Ródano, constituído pela hidrovia do rio Ródano e as ferrovias que correm paralelas ao rio, desde a foz até Lion, onde o porto fluvial funciona como uma unidade avançada do porto de Marselha. O carvão, minério, fertilizantes, produtos químicos e cereais, constituem a totalidade desses produtos, que correspondem a 15 % do movimento portuário.

Mapa da região do porto de Fos
 
Mapa da região metropolitana de Marselha
 

             Com relação à carga geral, além dos manufaturados e veículos zero km, outros dois produtos se destacam: os produtos siderúrgicos na exportação, e as frutas e legumes, produzidos no norte da África e Israel, e consumidos na França, Suíça, Alemanha, Bélgica e Inglaterra. Para esse tráfego, o porto possui instalações refrigeradas especiais, que somadas ao transporte rápido, em vagões frigoríficos e contêineres reefers, permite ao consumidor receber o produto em excelentes condições de conservação. Essa operação é realizada diariamente entre as 18 e 24 horas, e os trens expressos viajam na madrugada, chegando aos destinos no início da manhã.

Cais da Joliette com a linha de dique a esquerda
 

              O fluxo de passageiros também é importante, 1.873.580 passageiros em 2004, pois Marselha tem linhas de navegação regulares para a Córsega e Argélia. São utilizadas embarcações tipo ferry-boat, as quais transportaram também 524.534 veículos em 2004.

Ferry-boat para o transporte de passageiros e veículos
 
Ferry-boat atracado na bacia da Joliette - Porto Autônomo de Marselha

 

Importância do porto e suas atividades


             As zonas portuária e industrial de Marseille-Fos estão ocupadas por importantes indústrias do ramo siderúrgico e refino de petróleo, onde entre outras, se destacam: Usinor, Socilor, Solmer, Ugifos, Solvay, Arco e Exxon. Convém ressaltar que a indústria de alumínio Pechinoy também está em Fos, face à proximidade das jazidas de Gardanne e Baux.

Terminal petroleiro em Fos
 

             Marselha também é um importante centro de reparo naval do Mediterrâneo, onde a larga experiência de seus artífices aliadas as boas instalações, permitem reparos dentro da mais moderna tecnologia naval.

Diques secos para o reparo naval em Lavera
 

             O porto de Marselha, através de convênios e cooperações internacionais, realiza treinamento de técnicos, operadores e engenheiros, etc., pelo Instituto de Formação e Intercambio Portuário, onde os alunos convivem a prática do dia a dia portuário com os especialistas marselheses. Essa cooperação abrange inclusive a área de engenharia do domínio portuário, incluindo planejamento, operação, manutenção e construção.

 

 

Referências bibliográficas:

L' Office National de la Navigation, La voie navigable: une voie d'avenir. Paris: Automedon, 1980. 56p.

Robin, C., Bergeaud, C. Le français par la méthode directe
– Deuxième livre. Paris: Librairie Hachette, 1951. 186p.

Henry, B.,Henry M. Voyageurs aux longs jours. Paris: Les Éditions Arthaud, 1982.21

Santos, S. dos. Porto de Marseille. São Paulo: Marinha mercante em todo o mundo – O Estado de São Paulo, 22/09/1987.

Site do Porto Autônomo de Marselha, acessado em 17/02/2006 http://www.marseille-port.fr/site2005/

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente