Caros leitores,
Neste artigo, na sequência sobre o tema das embarcações coloniais, falaremos da Flotilha de Sebastião Caboto, italiano que fez diversas explorações na América do Norte e América do Sul.

************************

Segundo o livro “Naus no Brasil Colônia”, a flotilha de Caboto zarpou de San Lucar, na Espanha, em 3 de abril de 1526, e depois de passar por Cabo Verde aportou em Pernambuco, onde permaneceu por quatro meses. No prosseguimento da viagem para o sul do Oceano Atlântico tocou na Ilha de Santa Catarina, à qual teria dado esse nome, em homenagem à sua esposa Dona Catalina de Medrano.

Caboto pretendia ir à Ilhas Molucas no Oceano Pacífico, seguindo a rota de Fernão de Magalhães, mas acabou se detendo no Rio da Prata, atraído pelo rumores de existência de minas de ouro e prata. Explorou os rios Paraná e Paraguai e depois de muitas aventuras retornou à Espanha em julho de 1530.

A flotilha comandada pelo cartógrafo Caboto era composta pelas naves Santa Maria de la Concepcíon, Santa Maria del Espinar, Trinidad e San Gabriel. Nas suas viagens pela América do Norte acompanhava seu pai, também navegador, João Caboto.


Sebastião Caboto


Referências:

Naus no Brasil Colônia, P. de Godoy, J.E. Senado Federal, Brasília, 2007
http://pt.wikipedia.org/wiki/Sebasti%C3%A3o_Caboto

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente