Meio Ambiente

A bordo do veleiro polar Paratii 2, cientistas da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), da Universidade Vila Velha (UVV) e da California Academy of Sciences descobriram novas espécies e ambientes marinhos durante as navegações na Cadeia Vitória-Trindade.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Elton Alisson | Agência FAPESP – Além dos rastros de destruição na floresta, as queimadas na Amazônia deixam vestígios no rio Amazonas e em seus afluentes. A queima incompleta da madeira das árvores resulta na produção de um tipo de carbono – conhecido como carbono negro

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

A análise de sedimentos marinhos tornou-se uma ferramenta poderosa para a investigação do paleoclima. Esse material é carregado pelos rios dos continentes para os oceanos e sua composição permite calcular os valores de grandezas como temperatura, regime de chuvas nas áreas continentais e salinidade nos mares.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Políticos de diferentes partidos, membros da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS), se uniram para lançar um manifesto em defesa da agenda climática e da conservação da Amazônia.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Entre os dias 1º e 2 de agosto, acontece no Rio de Janeiro (RJ) a primeira jornada de imersão do OásisLab, iniciativa desenvolvida para fortalecer a segurança hídrica e a resiliência costeiro-marinha da Baía de Guanabara.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente