"Pelo programa oficial, a rainha deveria [ir] ao Posto de Monta do Jóquei Clube ao meio-dia, mas houve um atraso de 25 minutos, pois demorou-se a trocar de roupa". Para o leitor conferir: está lá na Folha de São Paulo de 9/11/1968, página 9. Nessa visita a São Paulo da rainha Elizabeth II da Inglaterra, não foi só ela a quebrar a afamada pontualidade britânica. Na mesma página, outro atraso inglês: dez minutos, na chegada do avião da Royal Air Force ao Rio de Janeiro, com o casal real. O príncipe consorte Philip também sofreu vários azares, por conta de trânsito engarrafado e carros quebrados: 40 minutos de atraso numa coletiva de imprensa, na residência do cônsul geral Harry Holmes, para ficar só num exemplo.

E que dizer do Papa Francisco, preso em um engarrafamento no Rio de Janeiro em 22/7/2013, enfrentando as filas de ônibus como qualquer mortal? (ou quase: só ele mereceria registro no YouTube de fato tão corriqueiro para todos os demais). E coitado dele, mal chegava ao país, e já um político o culpava pelo engarrafamento! Aliás, como sempre em tais casos, o político "disse que falha no planejamento causou transtornos" e garantiu "que medidas estão sendo tomadas para evitar repetição".

Imagem: TV Tribuna/G1.globo.com

"...provocado pelo grande número de caminhões..."(!)

Pano rápido, cortemos a cena para o porto de Santos. O cuidadoso planejamento da Secretaria Especial de Portos, Codesp, Artesp, Ecovias e terminais retroportuários, uma das medidas tomadas para evitar repetição do caos nas estradas na safra de 2013, deu com os burros n'água. Um sexto dos sete mil caminhões que chegaram ao porto de Santos não passou pelo agendamento prévio obrigatório, os motoristas sequer foram parados nas estradas antes da descida da serra, e alguns que perguntaram pelo agendamento ainda receberam a resposta de que não era necessário...

Merece registro a pérola: "A Caramuru, responsável pelo terminal, informou que conseguiu contornar o problema, que segundo a empresa foi provocado pelo grande número de caminhões". Estou espantado. Então, meu caro Watson, se o número de caminhões fosse pequeno, não teria havido problema, deduzo. Incrível!!!

Desenxabidas (de onde fui desenterrar essa palavrinha?), as autoridades voltaram a se reunir para analisar o que deu errado (o papa Francisco não passou por essa estrada...) e garantir "que medidas estão sendo tomadas para evitar repetição" (acho que já li isso em algum lugar...).

A grande empresa que claramente desobedeceu as instruções de agendamento não deverá ser punida (vá o leitor comum fazer o mesmo...). Talvez porque ela poderia lembrar que as autoridades também falharam no controle que deveria haver nas rodovias - e que, parece, ninguém viu.

Mais uma pérola: medidas previstas pelo plano destinado a combater o caos nas estradas durante esta safra, que vai ATÉ JUNHO: "... implantação de faixa adicional na Padre Manoel da Nóbrega, que deverá ser entregue EM SETEMBRO; remodelação do trevo de entroncamento na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega com a BR 101, em Santos, com conclusão PREVISTA PARA NOVEMBRO". Os grifos são meus. Os gritos também...

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente