Ministério da Agricultura

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, com representantes do setor leiteiro, na última quinta-feira (26), anunciou que os produtores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Minas Gerais e Paraná serão beneficiados por um programa específico de investimentos para aumentar a produção de leite no País. O programa vai contemplar pequenos e grandes produtores dos cinco estados que, juntos, são responsáveis por 73% de toda a produção brasileira.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
A produção agropecuária brasileira pode chegar a valores da ordem de R$477,5 bilhões, em 2015. A estimativa é da Assessoria de Gestão Estratégica do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (AGE/Mapa). O Valor Bruto da Produção (VBP) para este ano representa 1,1% acima do obtido em 2014, que foi de R$ 472,5 bilhões. De acordo com a Assessoria, a produção nas lavouras representa R$ 292,9 bilhões desse montante, e da pecuária, R$ 184,6 bilhões. As estimativas são preliminares, já que os dados têm como base o resultado do mês de janeiro.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
As exportações de café alcançaram o valor de U$ 589 milhões em janeiro deste ano, receita 50,49% maior do que os U$ 391,42 milhões totalizados no mesmo período em 2014. Já o volume de exportação do café no primeiro mês de 2015 aumentou em 4,35%, em relação ao mesmo período em 2014. Ao todo, foram mais de 2,98 milhões de sacas de café de 60 kg vendidas ao exterior, sendo que no mesmo período do ano passado foram exportadas 2,85 milhões de sacas.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) recebe missão do Serviço Nacional de Sanidade Agropecuária e Inocuidade Alimentar da Bolívia (Senasag), que avaliará o sistema de defesa sanitária animal brasileiro, com foco na sanidade avícola. A missão, que teve início na segunda-feira (15) e vai até o dia 26 de setembro, tem o objetivo de manter e ampliar a importação de material genético avícola, ovos férteis e pintos de um dia para a Bolívia.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
Cento e setenta e cinco bovinos da raça Guzerá, incluindo bezerros, do plantel norte-rio-grandense foram embarcados na última segunda-feira (5), no Aeroporto Internacional Governador Aluizio Alves, em São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte. Esses são os primeiros animais vivos a serem exportados para o Senegal, após o estado receber em 2013 o status de "área livre da febre aftosa, com vacinação" e o reconhecimento internacional em 2013, fato pioneiro na pecuária da região Nordeste.
 
 
 
 
O voo especial em Airbus 747-400 decolou às 23 horas e chegou aproximadamente quatro horas depois ao seu destino, na capital Dakar. A Unidade de Vigilância Agropecuária Internacional da Superintendência Federal de Agricultura no Rio Grande do Norte (Uvagro-Aeroporto/SFA-RN) acompanhou o embarque durante todo o dia.
 
Foram necessários seis caminhões para o transporte dos animais da fazenda, localizada no município de Monte Alegre, onde se encontravam em regime de quarentena, até o aeroporto. Nas semanas anteriores, os animais foram acompanhados de perto pelos fiscais federais do Serviço de Saúde, Inspeção e Fiscalização Animal (SIFISA) e por técnicos do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn), órgão estadual de defesa agropecuária, garantindo o cumprimento das normas zoosanitárias legais.
 
Para os representantes senegalenses, a escolha da raça levou em consideração o fato do gado Guzerá ter se adaptado muito bem ao clima do semiárido nordestino, semelhante às condições que encontrarão em terras africanas. Nessas condições, o governo do Senegal apostou no projeto e tem perspectivas de expandir a experiência para outros países da região, segundo o diretor Omar Thiam.
 
Acompanharam o embarque dos animais, o diretor da Associação para a Promoção e Desenvolvimento Rural do Senegal, Omar Thiam, e o médico veterinário Sou Mame, do Serviço Veterinário do Governo do Senegal, responsável pela aquisição dos bovinos potiguares com a finalidade da melhoria genética do gado do país africano. O superintendente-substituto da SFA-RN, Roberto Carlos Razera Papa também estava presente no embarque, ao lado do chefe da Uvagro/Aeroporto, Alexandre César, além dos pecuaristas potiguares responsáveis pela transação comercial inédita, Camilo Collier e Geraldo Alves. (Com informações da Superintendência Federal de Agricultura do Rio Grande do Norte)
 
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente