Segunda, 27 Mai 2024

A verdadeira navegação política e social depende da capacidade de antecipar as consequências da inovação (Shakespeare)

Usar a energia solar em seu estado natural, bem como utilizar aparelhos que a convertam em formas “artificiais”, é o tema do novo projeto do Portogente, no seu papel de “think tank”: O Sol a Serviço do Brasil. Debater e fomentar a aplicação da energia solar como energia sustentável, no país mais ensolarado do mundo, e ser um espaço referencial na web, é essencial para a movimentação de mercadorias e pessoas, no comércio e turismo. Um desafio que implica uma história de mais de três séculos de evolução da demanda de energia.

O Sol a Serviço do Brasil.jpgFoto: crédito Origo Energia

Veja mais: Portogente com Inteligência Artificial (IA) amplia diálogo com seu público

Abordar o tema energia implica estratégia e levar em conta que as novas posições emergem da própria mudança. No caso da solar, esta fonte pode ser aproveitada de forma fotovoltaica ou térmica, gerando energia elétrica e calor, respectivamente. É uma fonte de energia renovável e limpa, amplamente disponível, de fonte gratuita e custo baixo para ser produzida. Com a vantagem de poder ser instalada em regiões isoladas, sem acesso à rede elétrica, com eficiência. Placas solares e acumuladores de energia já alimentam veículos e asseguram autonomia de 400 km.

Veja mais: IA conecta Condomínios Logísticos e o novo tempo do comércio global.

A cidade de Santos, no estado de São Paulo, com 12 Universidades, o principal porto do hemisfério sul e áreas adequadas em seu entorno para desenvolver um campo de pesquisa e tecnologia de produção da energia solar, tem um potencial destacado na cadeia de produção de energia renovável. Considerando que a transição para um futuro sustentável já não é um problema técnico, nem um problema conceitual, mas um desafio de valores e de vontade política.

Veja mais: Energia solar térmica tem custo 75% menor que energia elétrica

A largada desta corrida à energia solar foi dada em 1973, no Congresso Internacional da Unesco, quando em sua 18ª sessão foi recomendado que se encorajasse uma ação internacional, para gerar e usar energia eficientemente a partir de fontes existentes. Hoje, os veículos elétricos são uma cultura nascente e o desafio de suprir essa evolução está posto. Energia tem demanda num crescendo. Produzir e distribuir a estrutura tecnológica para a cultura solar é nova mentalidade e oportunidade que potencializam novas logísticas. Cabe ao setor posicionado adotar medidas efetivas para comunicar essa posição aos consumidores-alvo.

Veja mais: Fracasso no túnel submerso do Porto de Santos pode desabonar governo

O movimento ambientalista é protagonista dessa temporalidade revolucionária, como mudança de escala, cadência ou padrão, que essa nova tecnologia introduz nas coisas humanas e no ambiente. O programa “Sol a serviço do Brasil”, tem como missão promover a conectividade dos setores da movimentação de mercadorias e pessoas; produtores, consumidores, transportadores e investidores, no Brasil e no mundo. Assim, fomentar união, atingir resultados e gerar progresso. Um ambiente no Portogente para navegar e promover redes globais temáticas do negócio energia solar, de forma a aproximar e influenciar seus mercados-alvo.

Veja mais: Como Funciona a Energia Solar? [Definição Simples]

Curta, comente e compartilhe!
Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é a opinião do Portogente

Deixe sua opinião! Comente!
 

 

banner logistica e conhecimento portogente 2

EVP - Cursos online grátis
seta menuhome

Portopédia
seta menuhome

E-book
seta menuhome

Dragagem
seta menuhome

TCCs
seta menuhome
 
logo feira global20192
Negócios e Oportunidades    
imagem feira global home
Áreas Portuárias
seta menuhome

Comunidades Portuárias
seta menuhome

Condomínios Logísticos
seta menuhome

WebSummits
seta menuhome
 

 

 

ecoporto