Caros leitores,

Continuando os artigos sobre portos marítimos, hoje falaremos do Porto de Rouen, o principal porto europeu na exportação de cereais. Ele está situado nas margens do Rio Sena.


Histórico

porto de Rouen fig 1
Vapores no Rio Sena aguardando atracação no Porto de Rouen (séc.XIX)
 

            Antiga capital da Normandia e terra de Joana D'Arc, a cidade de Rouen, sempre teve no porto sua atividade principal, o qual foi retratado várias vezes pelos pintores impressionistas, Pissaro e Gaugin, em telas com motivos náuticos e portuários.

porto de Rouen fig 2
Porto de Rouen na tela de Gaugin

 

porto de Rouen fig 3
Descarregamento de madeira na tela de Pissaro
 

             Da Idade Média ao século XVI, Rouen, foi um grande centro de manufatura de tecido para a confecção das velas das embarcações além de texteis em geral e um importante porto fluvial e marítimo da Europa. Com a destruição do Porto do Havre durante a 2ª Guerra Mundial, o Porto de Rouen cumpriu a difícil tarefa de substituir o Porto do Havre, 2º porto francês em tonelagem, durante o período pós-guerra.

porto de Rouen fig 4
Vapor Sirian France no Porto de Rouen

Locomotivas no Porto de Rouen no século XIX

 

Importância do porto e sua posição geográfica

            Situado a aproximadamente 120 km do Canal da Mancha, Rouen possui um porto marítimo que é acessível aos navios de até 140.000 toneladas brutas, transportando até 60.000 toneladas de mercadorias. Esses navios sobem o Sena em 6 horas de navegação, sem a necessidade de atravessar qualquer eclusa. Freqüentado por mais de 4.000 navios durante o ano o Porto de Rouen está ligado ao mundo inteiro.

             Localizado a 220 km de Paris, por via fluvial, Rouen recebe em seus cais desde as pequenas péniches de 250 toneladas carregadas de trigo até comboios de barcaças, conduzidas por empurradores, que transportam até 5.000 toneladas de carga.

            O Porto de Rouen recebe também navios fluvio-marítimos, que fazem o transporte direto para o Mar do Norte, Mar Báltico e Mar Mediterrâneo e desde a descoberta da ferrovia o Porto de Rouen foi servido pelo serviço ferroviário que o liga a toda Europa.

            Além dos cereais, tendo o trigo como produto principal, o Porto de Rouen, movimenta também graneis líquidos e sólidos (combustíveis, carvão, açúcar), produtos florestais (madeira e bobinas de papel) e contêineres com carga geral. Os cruzeiros marítimos também têm Rouen como uma escala importante.

porto de Rouen fig 5
Carta das instalações do Porto de Rouen ao longo do Rio Sena
 

As instalações portuários de Rouen estão localizadas em 5 áreas distintas ao longo do Rio Sena:

• Rouen
• Grand-Couronne
• Saint Wandrille Le trait
• Porto Jérôme Radicatel
• Honfleur


Referências bibliográficas

L' Office National de la Navigation, La voie navigable: une voie d'avenir. Paris: Automedon, 1980. 56p.

Robin, C., Bergeaud, C. Le français par la méthode directe
– Deuxième livre. Paris: Librairie Hachette, 1951. 186p.

Henry, B.,Henry M. Voyageurs aux longs jours. Paris: Les Éditions Arthaud, 1982.21

Santos, S. dos. Porto de Rouen. São Paulo: Marinha mercante em todo o mundo – O Estado de São Paulo, 26/05/1987.

http://france-for-visitors.com/photo-gallery/normandy/honfleur-old-port.html

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente