Caros leitores, este artigo inicia a série de publicações sobre as embarcações utilizadas no Brasil desde seu descobrimento até o período da Família Real e da corte portuguesa no Rio de Janeiro.

Está série será baseada na obra “Naus no Brasil Colônia”, de José Eduardo P. de Godoy, editada pelo Senado Federal em 2007. O livro descreve viagens de descobrimento, expedições de reconhecimento, exploração e colonização da costa brasileira.

Foto: Silvio dos Santos

Imagem do livro feita pelo autor do artigo

Inicia a descrição com as esquadras, frotas, armadas e flotilhas que tinham o objetivo de conquista e eram naves militares com fins bélicos. As frotas mercantes tinham o objetivo de transportar os produtos explorados, como o pau Brasil, a prata e o ouro.

Posteriormente, com a colonização, as embarcações chegavam com produtos e utensílios trazidos da Europa e voltavam com a produção do açúcar, assim como escravos africanos.

A obra é enriquecida com o catálogo dos navios que visitaram nossos portos durante os três séculos do período colonial.

Referências
Naus no Brasil Colônia, P. de Godoy, J.E. Senado Federal, Brasília, 2007

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente