A Braz Cubas, que chegou com Martim Afonso de Souza ao litoral paulista em 1532, cabe a glória pela fundação de Santos e a criação do primeiro hospital do Brasil: a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia (1543). O hospital recebeu o nome de Santos, denominação que no passar do tempo se estendeu por todo o povoado.

Sem saber dia e mês, dizem que Braz Cubas nasceu em 1507, na Cidade do Porto, em Portugal. Era o terceiro filho do casal João Pieres Cubas e Isabel Nunes. Não há menções sobre sua esposa, nem a respeito de quem teria sido sua companheira em Santos. Sabe-se apenas que no Brasil se conheceram três filhos: Isabel, Jerônimo e Pero. Braz Cubas teve uma vida direcionada ao mar, como mostra este artigo publicado em 2008 no Portogente.


O monumento ao fundador de Santos, Braz Cubas, cujos restos mortais estão sob a estátua de
mármore de Carrara. Ao fundo é possível ver a Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Coleção: L. J. Giraud.

Faleceu em 1592, após 60 anos dedicados à terra que fundou. Por tudo fez, ganhou respeito e admiração da cidade de Santos, que o homenageou com um belo monumento na Praça da República.

Um dos mais imponentes e bonitos da Cidade, o monumento ao fundador de Santos tem uma base formada por três degraus de granito, um pedestal circundado por figuras alegorias, em mármore Carrara e elementos de ornamentação decorativa em bronze.


A inauguração do monumento feito pelo escultor italiano
Lorenzo Massa aconteceu em 1908. Coleção: L. J. Giraud.

A estátua foi construída pelo escultor italiano Lourenço Massa e inaugurada em 26 de janeiro de 1908.

O monumento foi tombado em 1987 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos (Condepasa), como bem cultural de interesse histórico e artístico.


Ilustração de Braz Cubas (1507-1592), o fundador de Santos

Consultas: FAMS e livro "Lembranças de São Paulo – O Litoral Paulista nos Cartões-Postais e Álbuns de Lembranças - 2001", dos autores João Emílio Gerodetti e Carlos Cornejo.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s