Clique aqui para ler a primeira parte deste artigo.

Em meados de 1930, transferiu-se para a Vila Nova, instalando-se no palacete que existia na Avenida Conselheiro Nébias com a Rua Sete de Setembro.

Em 1956, a Capitania passou a localizar-se na Avenida Conselheiro Nébias, 488, em prédio adquirido pela Marinha junto ao seu construtor, Alberto Baccarat.


A quinta sede da Capitania, na Av. Conselheiro Nébias, 488, uma antiga
mansão da família Baccarat adquirida pela Marinha. Funcionou até 2003. Reprodução

Desde agosto de 2003, as instalações da Capitania passaram para uma área no cais da Marinha, localizada entre os armazéns 27 e 29, no Porto de Santos, no Bairro do Macuco.

Com o advento da República, a Capitania passou a chamar-se Capitania dos Portos de Estado de São Paulo e, em 1997, ano do sesquincentenário, incorporou a denominação de Capitania dos Portos de São Paulo.

A capitania é uma organização da Marinha (OM) subordinada diretamente ao Comando do 8.º Distrito Naval.


A atual sede da Capitania dos Portos, vista do lado do Estuário,
situada no Cais da Marinha, no Bairro do Macuco

Uma coincidência: O nome do primeiro Capitão dos Portos era João Batista de Souza e o atual, o Capitão-de-Mar-e-Guerra Marcelo Ribeiro de Souza, tem o mesmo sobrenome.

Finalizando, a coluna Recordar do Portogente não poderia deixar de dar os sinceros parabéns a todos os integrantes da Capitania dos Portos, da Sociedade Amigos da Marinha (Soamar) e a todas as pessoas que contribuíram ao longo dos 165 anos de história da Capitania dos Portos – e também aos que ainda dão a sua contribuição!

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s