Quase todos os dias passo em frente à tradicional loja Ao Camiseiro, no Centro Histórico de Santos, e sempre me vem à memória o seguinte pensamento: “quantos clientes ilustres de Santos já foram vestidos pela tradicional loja ao longo dos seus 85 anos?”.


Foto da Rua Frei Gaspar na década de 1930. Foi no número 32 da
conhecida Rua que funcionou a primeira loja de Ao Camiseiro, fundada
por Ernesto Oliveira Carneiro em 1927. 

Acredito que muitos, pois antigamente tudo funcionava no Centro. Consultórios de médicos e dentistas, bancos, escritórios de advocacia, contabilidade, empresas de navegação, corretores e exportadores de café, repartições públicas, institutos de aposentadoria, o comércio em geral e inúmeros bares e restaurantes, enfim, tudo que movimenta uma cidade!

Para atender os exigentes clientes, a mais tradicional loja de roupas masculinas da Cidade passou por grandes reformas, tanto externa quanto internamente, e foi reinaugurada em 6 de junho de 2012.


Vitrine exibindo artigos masculinos da época. Entre os artigos expostos nota-
se que o uso de chapéu era artigo de grande elegância na moda masculina.

A longa reforma durou cerca de um ano e meio, devido à complexidade, em razão de tratar-se de um prédio histórico, pois foi necessário atender normas da Lei Complementar 470, que dispõe sobre o programa de revitalização e desenvolvimento do Centro Histórico de Santos, o Alegra Centro.

A fachada foi restaurada e a entrada voltou a ser na Rua do Comércio, como era no passado. Assim, surgiu uma ampla vitrine voltada para a Praça Rui Barbosa. No interior do estabelecimento, foram criados novos espaços e o mezanino ficou maior. Resumindo, a loja ficou excelente, em todos os sentidos!

Mas vamos saber um pouco mais de Ao Camiseiro, que, ao longo dos 85 anos de muita história, veste os homens de bom gosto da Cidade.


Os irmãos Carlos Eduardo Pappacena
Carneiro e Ernesto Carneiro Junior
entraram na sociedade da loja em 1965.

Tudo começou em 27 de abril de 1927, na Rua Frei Gaspar, 52, no Centro de Santos.

Dede o início, Ao Camiseiro se dedicou à elegância masculina, mas em atividades diversas do que hoje é o padrão da loja.

Tratava-se da importação de tecidos finos para confecção de camisas e outros artigos masculinos sob medida. Sobretudos e capas chegavam prontos do exterior.


Uma loja de família administrada por Carlos Carneiro, Giovanna
Bio Pappacena Carneiro, Ernesto Neto e Mariana Azzi Carneiro.

Clique aqui para ler a segunda parte deste artigo.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

O que você achou? Comente