Era uma vez um menino que não sonhava em reinar, mas tinha sonhos... Talvez muitos sonhos parecidos com os que tem as 1400 crianças que entraram e ainda vão entrar em campo junto com as seleções nesta Copa do Mundo de 2014, participantes do programa chamado Sonho de Craque, coordenado por David Grinberg.

Foto: Divulgação

O McDonald´s promove durante a Copa 2014 o Sonho de Craque, programa da rede que permite a
crianças ao redor do mundo entrar em campo com os jogadores das seleções que disputam o torneio

Desde maio de 2010, Grinberg gerencia o departamento de marketing esportivo do MacDonald’s na América Latina. Possuiu uma invejável rede de contatos e conhece inclusive diversas entidades do ramo do futebol. Mas hoje as atenções concentram-se principalmente em um atleta, mais famoso do que esta rede de “fast food”: Edson Arantes do Nascimento, o “Pelé”.

No domingo, dia 15 de junho, após quatro anos de obras de restauração e de requalificação do imóvel tombado, edifício do século XIX, que já sediou a prefeitura e a câmara municipal, as portas verdes abriram-se. Estrategicamente, em meio à “Fifa World Cup” - Copa do Mundo 2014 no Brasil, os Casarões do Valongo agora se apresentam como Museu Pelé.

O equipamento é composto por três blocos com 4.134 m² de área. Ao centro, a bilheteria, loja de lembranças típicas e cafeteria. O bloco da esquerda abriga centro multimídia, auditório, área educativa, reserva técnica do acervo, administração e Sala do Rei. O bloco da direita destina-se às exposições. No pavimento térreo, a Linha do Tempo com a história de Pelé desde o nascimento até os dias atuais. Nos pavimentos superiores haverá exposições temáticas, iniciando pela “Quatro Copas e Um Rei”, mostra com peças das edições da Copa do Mundo de 1958, 1962, 1966 e 1970.

O acervo de Pelé contém 2.545 peças, cedidas ao museu em forma de comodato. O investimento total somou R$ 50 milhões, sendo R$ 9,8 milhões do Ministério do Turismo, R$ 2 milhões do Governo do Estado de São Paulo e o restante da iniciativa privada.

Foto: Raimundo Rosa

Fachada e entorno do Museu Pelé sendo preparados para receber grande público

Na inauguração, Paulo Alexandre Barbosa, prefeito de Santos, declarou: "É difícil viajar para outros lugares do mundo, sendo brasileiro, e não se falar em Pelé. Por isso, é importante promovermos a cultura do reconhecimento e valorização dos grandes personagens da nossa história. Pelé, dentro dos campos, levou o nome de Santos para o mundo. Com o museu, ele trará o mundo para Santos".

A idéia de uma história do homem aqui se relaciona com a idéia da história do atleta mais famoso do mundo, que se fez na cidade portuária de Santos.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s