A Adansonia digitata, vulgo Imbondeiro ou árvore pão-de-macaco, é a única espécie que ocorre no continente africano. Trata-se de uma árvore conhecida por vários nomes, sendo “baobá” o mais difundido. A especificidade do segundo nome - “digitata” – deve-se ao formato da folha, semelhante aos cinco dedos da mão.

Foto: www.recreio.com.br

Baobá, árvore nativa do continente africano

O baobá fornece alimento e água, além de matéria-prima para roupas, enfeites e doces. Armazena mais de 120 mil litros de água no tronco e o fruto, de miolo comestível, tem duas vezes mais cálcio que o leite e seis vezes mais vitamina C que a laranja. É também rico em antioxidantes, ferro e potássio, revela Marcus Prado. A planta que destrói o planeta do pequeno príncipe, no famoso livro do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry (1900-1944), floresce no verão. A flor do baobá, grande e branca, vive apenas 24 horas.

Apesar de muita gente afirmar que os baobás podem viver milhares de anos, não se comprova o fato, pois o crescimento desta árvore não produz os característicos anéis anuais. Verdade incontestável, há exemplares gigantes, sendo que são necessárias dezenas de adultos de braços dados para abraçar alguns troncos.

De Jabulani à Brazuka, o destino (para aqueles que não acreditam em Deus) definiu que o líder histórico e símbolo da reconciliação nacional sulafricana saísse deste mundo no ano que antecede a Copa do Mundo no Brasil. Durante as cerimônias fúnebres, na cidade de Johanesburgo, neste último 10 de dezembro, no estádio que havia iniciado e finalizado a Copa do Mundo de Futebol de 2010, o FNB Stadium (Soccer City), ao término de seu discurso, o líder da ONU (Ban Ki-Moon) pronunciou no idioma local xhosa as palavras "descanse em paz", o que provocou forte reação entre os milhares de presentes. Ele ainda se referiu ao falecido líder Mandela como era conhecido em seu país: Madiba é "um baobá", uma árvore africana que deixa suas profundas raízes na terra.

“Cânions, rios, montanhas, praias lindas, ilha de pinguins, vinícolas, mergulhos, voos de asa delta e parapente, baladas, gastronomia excelente, tudo isto aliado a um custo baixo e com um benefício imenso. A África do Sul é um país alegre, colorido e muito parecido com o Brasil em termos de amabilidade e calor humano.”

Esta virada 2013 – 2014 vem com bastante calor, abrindo mais um ano eleitoral no Brasil, especialmente marcado pela expectativa da vigésima edição do campeonato mundial de futebol, que terá como país-anfitrião o nosso gigante. A pergunta ainda é: estamos fazendo a lição de casa? A quantas anda o nosso planejamento? Parece claro, os problemas brasileiros são maiores do que o Campeonato do Mundo de Futebol FIFA de 2014.

Nas lutas e batalhas, a estratégia bélica necessita de cabeças pensando para que os alvos sejam alcançados. No ramo empresarial, o conceito também se aplica. A elaboração de um planejamento estratégico aumenta a probabilidade de sucesso, em determinado prazo. De modo semelhante, nas cidades e regiões metropolitanas, o plano estratégico indica a direção certa.

O ponto-chave da gestão eficiente está na visão de que a coisa mais importante em uma organização são as pessoas. Voltamos à questão formulada em meados deste finado 2013: o que queremos? Entretanto, será bastante útil acrescentar: Quais são os meus valores? Qual deve ser a minha contribuição?

Que em 2014, todos caminhemos na direção da concretização de nossos sonhos. Passo a passo...

Foto: Panoramio

Vista da Fonte 9 de Julho, Gonzaga, Santos, litoral paulista

Em 2013 temos o dobro de luzes do ano passado, com 584 ornamentos e 910 mil Led - componente que gera iluminação mais vistosa e gasta menos energia que as lâmpadas convencionais. O espetáculo de beleza tem predominância das cores branca e azul e contempla diversos pontos.

Na orla, foram instaladas luzes de anjos e estrelas em 251 postes do canteiro central, do José Menino à Ponta da Praia. No mesmo trecho também há enfeites do tipo constelação na cobertura de 20 pontos de ônibus e nas muretas frontais dos canais 1 ao 7, além de ornamentos sobre a Concha Acústica (canal 3). Entre as atrações, cordões em 130 árvores naturais (chapéus de sol) e as 40 árvores estilizadas, com altura de 4,40 m ou 8,80 m.

Foto: Melhor de Santos

Réveillon na cidade portuária de Santos

A programação de Réveillon em Santos terá muitas novidades. A tradicional queima de fogos, que traz a Copa do Mundo como destaque, ocorrerá nas praias (com oito balsas, duas a mais que na última edição), morros e Área Continental. Na areia, DJs irão comandar a festa em quatro ilhas equipadas com telões de LED, que receberão mensagens de Boas Festas e fotos enviadas por celular. Além disso, bailes vão agitar as cinco tendas instaladas na orla.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s