Na última sexta-feira (4), durante a Feira do Livro de Buenos Aires (19 abril-7 de maio), houve a apresentação de livros da editora independente Milena Caserola, que chega aos cinco anos com mais de 130 títulos. Embora tenha havido algum problema na organização, a ideia divulgada na programação era que qualquer um que chegasse com um pen drive, celular, laptop ou qualquer outro dispositivo com memória pudesse baixar livros da editora no formato em PDF.

Apesar do problema técnico, a atividade “Milena Caserola: jovens da nova narrativa argentina” contou com a participação de novos autores que falaram de seus livros e leram seus textos para o público junto à exposição-manifesto “20 fatos que estão mudando a leitura na era digital”, apresentada da seguinte maneira:

A leitura está mudando. Híbridos entre videojogos e livros, escritores que realizam trailers de suas obras, desconhecidos que se tornam celebridades através da autopublicação, redemoinhos de debates ao redor dos direitos de autor, a intimidade transformada em espetáculo...

 

A internet transformou nossas vidas e também nossas noções e costumes na hora de enfrentar um texto.

Um dos fatos é a difusão nesse “Big Bang de estímulos” que é a Internet, “um parque de diversões digital no qual a literatura procura seu espaço e ensaia como atrair novos leitores” com estratégias como o trailer de livro e campanhas de estímulo à leitura com fotos de celebridades lendo ou que peçam para que as pessoas não durmam com quem não tenha uma biblioteca em casa.

Coordenada por Matias Reck, a conversa contou com a participação e leitura de Gonzalo Unamuno, Alejandro Soifer, Enzo Maqueira, Marcos Almada, Jorge Luis Fernández e Sagrado Sebakis, entre outros.

Clique aqui para ler a segunda parte deste artigo.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s