A evolução do transporte de carga acompanha o desenvolvimento tecnológico e econômico da humanidade

O transporte de carga é a atividade que permite a circulação de mercadoria de um ponto a outro de um território. Sua evolução ocorreu junto com a da humanidade. A cada evolução da sociedade, ciência, tecnologia e economia os meios de transporte foram modificados e adaptados para serem mais modernos e eficiente.

Acompanhe essa evolução através do tempo e aprenda mais sobre o transporte pelo tempo.

Tração Humana

Em um primeiro momento na pré-história, quando os homens ainda eram nômades, o transporte de carga, era realizado pela tração humana, ou seja, o realizado pelo próprio homem utilizando suas próprias pernas e força. Esse período da pré-história conhecido como o paleolítico é caracterizado pela caça e o desenvolvimento das primeiras ferramentas.

Nesse período da evolução da humanidade, é que os primeiros homens passaram a ser bípedes (eretos, sobre os pés), e capazes de desenvolver ferramentas, utilizando pedras, e aprendem a manejar o fogo. Sempre em movimento e buscando uma nova caça, os nômades levavam consigo seus pertences sendo eles mesmo um meio de transporte de carga. É também nessa fase que se tem a informação das primeiras migrações dos hominídeos da África para outros continentes, como Ásia e Europa.

Após um período glacial, esses homens passam a viver em cavernas e em grupos, iniciando uma divisão de tarefas de acordo com a idade e sexo, uns caçam e outros coletam a caça. O homem se torna sedentário e se inicia a agricultura.

Tração Animal

Após o fim da glaciação, a terra adquire novas características, e os homens passam a cultivar certas plantas para alimentação, ferramentas para a pesca e caça, o que permitiu a domesticação dos animais. Com isso inicia a utilização de animais para transporte da carga.

O transporte de cargas teve seu principal avanço com a invenção da roda
O transporte de cargas teve seu principal avanço com a invenção da roda

Portopédia
*História das ferrovias

A utilização da tração animal no transporte de carga, possibilitou que as viagens fossem facilitadas, onde os homens pudessem carregar os seus pertences, sua caça e o resultado do plantio no lombo de animais, utilizando a sua força. Esta fase da história permitiu um salto a humanidade, passamos a expandir nossos territórios. Com a invenção da roda, os meios de transporte deixam se ser apenas os animais e passam a ser feitos por carroças, puxadas por bois ou cavalos.

Revolução Industrial

A revolução industrial permitiu um salto tecnológico nos modais e no transporte de cargas. A descoberta de novas formas de locomoção e a criação de motores trouxe os caminhões e o trem, os principais meios de transporte terrestres.

A revolução Industrial trouxe novas máquinas, novas formas de energia e novos combustíveis. Artesãs deixam de existir, fabricação em massa, grandes indústrias, máquinas a vapor, êxodo rural e crescimento das grandes cidades e consequentemente explosão do consumo. O mundo nunca mais foi o mesmo e os transportes precisaram acompanhar. Coma necessidade de um meio de transporte de carga com maior capacidade e rápido para atender a demanda em escala cada vez maior faz surgir a maravilhosa locomotiva e as primeiras ferrovias.

Na Inglaterra em 1804 Richard Trevithick, criou a primeira locomotiva a vapor, sua invenção foi uma adaptação de outras máquinas a vapor já existentes, mas o engenheiro as adaptou para uma locomotiva de carvão que se movia sob trilhos. A capacidade da locomotiva de Trevithick era de aproximadamente 25 toneladas, uma revolução para a época, que animou os ânimos e fez crescer o interesse das fábricas em produzir locomotivas. George Stephenson modernizou esta máquina e construiu em 1828 a Locomotion para a Stockton & Darlington Railway.A locomotiva de Stephenson era formada por uma chaminé e um engate externo, e ainda possuía uma caldeira mais adequado para transporte de carga.

A locomotiva a vapor modificou para sempre o transporte de carga.
A locomotiva a vapor modificou para sempre o transporte de carga.

Opinião
*A evolução da ferrovia

O filho de George Stephenson, Robert, criou a locomotiva Rocket, vencedora da competição de locomotivas de 1829. Sua invenção convenceu os diretores de ferrovias a investir nas locomotivas a vapor. A Rocket conseguia chegar a uma velocidade média de velocidade de 24 km/h (15 mph) com uma velocidade máxima de 46km/h (29mph). Assim nasce as ferrovias pelo mundo, em 1836 já surgia a primeira ferrovia americana. Até hoje as ferrovias são um doas principais meios de transporte de cargas o mundo (Faculdade de Engenharia da Unicamp, 2020).

Com as ferrovias o transporte de carga ficou cada vez mais rápido aquecendo o comércio. Não só as ferrovias surgiram, mas o transporte aquaviário evolui, surgindo a primeira embarcação a vapor, o que permitiu que as viagens marítimas ficassem mais rápidas, e que o comércio exterior expandido.

Outra revolução foi a criação do automóvel, em 1769 o francês Nicolas-Joseph Cugnot criou a carruagem a vapor, um vislumbre do que viria a ser o automóvel. No ano de 1800 existia ônibus a vapor, mas o primeiro automóvel surgiu em 1886 criado pelo alemão Karl Benz, o motor feito por ele era por combustão interna, surge o primeiro caminhão. Benz modificou a sua invenção e logo surgiu o ônibus motorizado. Em 1896 Gottlied Daimler, criou o motor de combustão movido a gasolina. A invenção do caminhão modificou o transporte de carga no mundo todo e até hoje este é um dos módulos de transporte mais utilizados por conta de suas vantagens.

A invenção do carro e caminhões permitiu o transporte de carga mais flexível Fonte:
A invenção do carro e caminhões permitiu o transporte de carga mais flexível
Fonte:"Cannstatt-built (Germany) Daimler 1895 - Daimler Tradition 1972" by AndyBrii 


Opinião
*A locomotiva a vapor - parte 2

Transporte Aquaviário e o Comércio Exterior

O transporte aquaviário, assim como o terrestre, está registrado nos primórdios da humanidade. Inicialmente os homens utilizavam troncos de árvores amarrados com fibras de folhas para realizar a travessia de rios, o início das primeiras jangadas. Depois surgiram os barcos, navios a vela e depois a vapor, a evolução é constante e hoje surgem até os navios que utilizam combustíveis mais ecológicos, se adaptando as novas regras da navegação mundial.

O transporte marítimo, o principal modal utilizado no transporte de carga no comércio exterior, evoluiu junto com o terrestre.
O transporte marítimo, o principal modal utilizado no transporte de carga no comércio exterior, evoluiu junto com o terrestre.

Notícias
*Navegar é preciso: um pouco da história da Navegação

A evolução do transporte aquaviário acompanhou o progresso humano, sua evolução cientifica e tecnológica, bem como as mudanças sociais e econômicas da sociedade. O único módulo de transporte de carga no comércio exterior no século XV e XVI, foi o hidroviário, é a partir do século XX que surgem as embarcações a vapor e depois motores movidos a petróleo. Os navios passam a ser produzidos cada vez mais específicos para o transporte de carga em grandes volumes e específico para cada tipo de carga.

O divisor de águas: Segunda Guerra Mundial

A segunda guerra mundial modificou completamente o transporte de cargas e o comércio exterior. A segunda grande guerra foi toda motorizada, cresceu o numero de utilização de caminhões para levar os suprimentos as tropas. Outro modal muito utilizado foi o aéreo, a sua rapidez fez com que ele fosse o mais empregado para levar mantimentos e pessoas de maneira rápida nas rotas internacionais.
Este é o segundo modal mais usado no comércio exterior. Ele permite a diminuição da distância entre países, e leva a carga de um ponto a outro do globo em questão de horas.

O transporte de cargas pelo modal aéreo alavancou durante a Segunda Guerra Mundial.
O transporte de carga pelo modal aéreo alavancou durante a Segunda Guerra Mundial.

Guia do mercado global
*Aeroportos e Terminais

Evolução do Transporte de Carga no Brasil

No Brasil colônia o transporte de carga era mal desenvolvido, as estradas eram precárias, os rios pouco utilizados e a ligação entre as capitanias eram feitas pela via marítima, mas ainda assim a coroa não fazia investimentos via de transporte. Em 1531 e instalou no Brasil os primeiros estaleiros que construíam embarcações como bergantins, galeotas, faluas, alvarengas, saveiros, chatas e canoas. No século XVII, o jornal português Mercurio Portugues noticia a construção do maior navio do mundo, que foi realizada no Brasil. A construção de navios no país foi consolidada com uma fábrica de fragatas, dirigida por Sebastião Lamberto (Ministério da Infraestrutura, 2014).

Com a vinda da família real para o país, os investimentos começam a ser feitos. Dom João manda construir estrada para os portos, investir na navegação dos rios, construção de pontes de aquedutos, etc. Durante a regência de Dom Pedro alguns portos foram construídos, como a patinais de Maranhão, e o investimento na cabotagem foi realizado. Porém, o investimento em estradas e na frota da Marinha caiu.

O período do Segundo Reinado teve notável progresso econômico. O crescimento da produção cafeeira fez com que Dom Pedro II investisse fortemente nas ferrovias com a construção da primeira estrada de ferro do Brasil, que modificou para sempre o transporte de carga no país. Não só as ferrovias, mas os portos brasileiros receberam grande investimento neste período.

As ferrovias eram a principal via de transporte de carga no Brasil, até meados de 1960 onde a indústria automobilística ganhou força e as rodovias dominaram.
As ferrovias eram a principal via de transporte de carga no Brasil, até meados de 1960 onde a indústria automobilística ganhou força e as rodovias dominaram. Fonte: ("São Paulo-Paraná: Carro Metro-Cammell" by rafael.m.guedes)

Portotpédia
*Rodovias - Evolução Histórica

Em 1920 o Brasil passa a montar seus primeiros carros, e nos anos seguintes os automóveis passam a ocupar as ruas e estradas. Com Getúlio inicia um maior investimento em rodovias, e o transporte de carga por caminhões passa a ser cada vez maior. Na década de 1950 a indústria automobilística se desenvolveu muito no país e hoje sendo o caminhão é o modal mais utilizado no país.

As ferrovias tiveram altos e baixos, e o governo atual retomou o investimento nas estradas de ferro. No comércio exterior brasileiro, o modal mais utilizado é o marítimo, o país possui uma das maiores costas marítimas do mundo, mas a cabotagem ainda é pequena e específica para apenas alguns produtos.

Navegue mais pelo Portopédia: Rodovias no Brasil

Fonte: *Transportes no Brasil - Síntese Histórica 
           *Locomotiva a Vapor   
           *Arquivo Nacional

 

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s