Transporte / Logística

A insegurança dos portos brasileiros voltará a ser tema de audiência pública na Câmara dos Deputados, no início do próximo ano legislativo, que será aberto em fevereiro. Quem garante é o deputado Paes de Lira (PTC-SP), autor do requerimento que já resultou em uma audiência pública sobre o tema, em 17 de dezembro último, no encerramento dos trabalhos da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO).

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Quais os entraves que atrapalham a criação um sistema de transportes racional, mais barato, eficiente e eficaz no escoamento das cargas?
0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Após a semana em que milhões de pessoas celebraram o Dia do Trabalho em todo o mundo, PortoGente traz a história de um portuário que venceu as adversidades, deixou a desconfiança para trás e conseguiu, mesmo longe da família e dos amigos, conquistar a tão sonhada estabilidade profissional. Rodrigo Querino é operador de portêineres no Porto de Navegantes (Portonave), em Santa Catarina. Hoje, com 30 anos de idade, trabalha há 10 anos no setor. Até 2007, só tinha atuado em Santos. Foi quando surgiu o convite para mudar de vida e de estado.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
A falta de formação adequada, o desconhecimento e o descumprimento da legislação são as principais causas de acidentes no transporte e no armazenamento de cargas perigosas, segundo os alunos da primeira turma de Mercadorias Perigosas da Escola Virtual de Porto. Após os primeiro dias de debates, com direito a videoaulas, fóruns e leitura de reportagens publicadas em PortoGente, os inscritos no curso, alguns deles com larga experiência no ramo, apontam ser essencial evitar que essa atividade cause passivos ambientais devido à exposição de substâncias que colocam em risco a integridade do meio ambiente.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
A diversidade de bitolas é algo que claramente prejudicou o desenvolvimento do transporte ferroviário no Brasil desde a inauguração da primeira ferrovia. Foram poucos os casos em que ferrovias diferentes verdadeiramente promoveram uma integração com a mesma bitola. E nunca houve uma política governamental, do Império ou da República, que deu a atenção que esse assunto mereceria, exceto na época do regime militar, que será comentado abaixo.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s