Transporte / Logística

Embora a subdelegada da Delegacia Regional de Trabalho (DRT) de Santos, Rosângela Mendes Silva, tenha dito a este PortoGente que as investigações das mortes de cinco dos seis portuários em 2007 já foram concluídas, as famílias ainda sofrem com a demora para a finalização do laudo e do inquérito policial. Os resultados do exame toxicológico do estivador Rubens da Silva Ruas, que morreu em 1º de junho dentro de um porão de enxofre, ainda se arrastam, confirma sua família. O exame está a cargo do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
O mar não tem fronteira e existem profissionais que vivem invadindo, no bom sentido, a “praia” dos outros pelo mundo a fora. Portogente fala dos trabalhadores aquaviários, profissionais da Marinha Mercante que, embora não sejam militares, seguem rotinas severas.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Engenheiro naval, desde 1990 atuando na Libra Terminais, Gustavo Pecly Moreira tem a responsabilidade, desde 1º de julho do último ano, de comandar o Terminal 37 de Santos. O empreendimento de grande porte recebe, desde 2005, mais de 1.000 escalas de navios por ano e, em 2007, operou quantidade superior a 500 mil contêineres. Flamenguista e apreciador de caminhadas na orla da praia de Santos, Pecly veio do Rio de Janeiro – em substituição a Mauro Salgado - para fomentar o crescimento da empresa no maior porto da América Latina. Deixou na capital carioca os dois filhos mais velhos, morando hoje com a esposa e o herdeiro caçula.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Nos últimos três anos, o presidente da Comissão Nacional de Segurança nos Portos e Vias Navegáveis (Conportos), João Carlos Campos, já respondeu diversas vezes sobre o atraso na implantação do ISPS Code nos portos brasileiros. Entretanto, agora a sua paciência parece estar próxima do fim. E há motivos mais que suficientes para isso, pois importantes portos públicos do Brasil, como Santos, Maceió e Vitória ainda não conseguiram adequar-se às regras do Código Internacional de Segurança de Navios e Instalações Portuárias, por mais que recebam verbas, visitas de técnicos e ultimatos de Brasília, antes por parte do Ministério do Transportes e, atualmente, da Secretaria Especial de Portos (SEP).

0
0
0
s2smodern
powered by social2s
Em mais uma medida para reduzir o número de acidentes no Porto de Santos – onde só esse ano seis portuários morreram –, a direção da Codesp publicou uma resolução que obriga os operadores portuários a promover o chamado check list antes de toda operação no cais, para evitar a ocorrência de novas tragédias no complexo santista. O texto foi finalmente publicado na última quinta-feira (13), um dia depois da criação do Cenep e do anúncio da compra de simuladores para o treinamento de portuários. Entretanto, como PortoGente antecipou na semana passada, a resolução já estava pronta desde 6 de dezembro, aguardando apenas sua divulgação.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s