O Porto de Santos (SP) lançou, recentemente, um programa de capacitação ao seu corpo técnico, em diversas áreas afetas à gestão portuária, em parceria com o portal de logística Portogente. Ao ampliar essa iniciativa aos colaboradores da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), em sintonia com os seus interesses, objetivos e estratégias, vai contemplar todo o seu setor portuário. Sem dúvida, um passo inovador e fundamental para a produtividade do capital.

Portogente é hoje o maior e mais acessado portal de transportes e logística do Brasil, com alcance internacional, e conta com mais de 83 mil alunos inscritos. Seus cursos ministrados online, por meio de plataforma avançada permite ao aluno acesso aos conteúdos, tirar dúvidas, participar de bate-papos e de fóruns, receber orientação e ser avaliado em quaisquer hora e local. Detalhes que fazem a diferença nos dias de hoje.

O comércio global e a globalização são determinantes de centenas de variáveis, entre as quais a maneira de fazer comércio. Encolher o tamanho do mundo, aumentando a velocidade ou a capacidade dos navios, é um modo de tornar mais ágil a cadeia de suprimentos. Em suma, reduzir ao mínimo o tempo em que o capital de giro fica atrelado a mercadorias em trânsito.

Aumento dos navios e consequente demanda de maior velocidade dos portos e terminais resultam em pressão nos custos operacionais e dos investimentos. Ante esse cenário de mudanças, a primeira tarefa da administração é definir quais os resultados esperados do empreendimento a seus cuidados.

A recem empossada diretoria do Porto de Santos ao profissionalizar a gestão da empresa, ao investir na motivação, satisfação e produtividade das pessoas, demonstra que, lembrando Peter Drucker, o meio de produção é o conhecimento. Ao tratar os custos de mão obra como investimento, a Codesp produz resultados para modificar a sociedade. Exemplo de administração a ser seguido.