• Ele já ocupou vários cargos nas Forças Armadas, entre eles, o de diretor-geral do Pessoal da Marinha, comandante de Operações Navais e diretor-geral de Navegação e Conselheiro Militar da Representação do Brasil junto à Conferência do Desarmamento, em Genebra, na Suíça, pelo período de dois anos

  • Dá esperança a atitude do ministro da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas de dialogar com os setores afetos a sua pasta. De formação técnica e profissional incontestável, bem como experiência na administração pública com resultados positivos, Freitas poderá colher bons frutos na integração logística nacional

  • Serão implantadas sete praças de pedágio distribuídas entre as BRs 101, 290 e 386. O valor da Tarifa Básica de Pedágio ofertada de forma vitoriosa pelo Grupo CCR foi de R$ 4,30545, preço 40,5% menor do que a tarifa-teto estipulada pelo governo, ainda sob a gestão de Michel Temer (MDB)

  • O Ministério da Infraestrutura e a Agência Nacional de Transportes Aquauviários (Antaq) arrendaram nesta sexta-feira, dia 5 de abril, cinco áreas portuárias no Terminal do Miramar e um no Porto de Vila do Conde, todas localizadas no estado do Pará. Os empreendimentos são voltados para a movimentação de combustíveis

  • O setor logístico e de infraestrutura promete ser um dos mais agitados do Brasil em 2019. O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) promete acelerar concessões de ativos à iniciativa privada e realizar estudos, por meio da Empresa de Planejamento de Logística (EPL), para arrendar terminais portuários, ferrovias, estradas e aeroportos por meio do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI)

  • O prazo de concessão de todas as áreas é de 25 anos e os lances somaram R$ 234,529 milhões. Além do grupo vencedor, apenas o Terminal de Armazenagem da Paraíba (Teapa) registrou outros lances ao longo dos leilões, mas não obteve sucesso

  • É importante ressaltar que na Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) continuam atuando dirigentes indicados por deputados ligados a Eduardo Cunha, hoje presidiário, um nome combatido pela cúpula do governo Jair Bolsonaro (PSL)

  • Um dos mais bem avaliados ministros do governo de Jair Bolsonaro (PSL), Tarcísio Gomes de Freitas, líder da pasta da Infraestrutura, aposta em acelerar os projetos lançados pelo Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) para aumentar os investimentos e a eficiência no setor portuário brasileiro

  • Um dos motivos que levou Tarcísio a ser escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) foi sua atuação como secretário de Coordenação de Projetos na Secretaria Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), afinal o Ministério terá como competência estabelecer diretrizes e definir prioridades dos programas de investimentos no setor de transportes

  • Entre os compromissos oficiais do chefe do Ministério da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, nesta terça-feira, dia 5 de fevereiro, estão reunião com Conselho de Governo do presidente Jair Messias Bolsonaro (PSL) encontro com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, e com parlamentares representantes de estados da região Norte sobre a problemática rodovia BR-319

  • O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, lança nesta segunda-feira, 27 de maio, o projeto-piloto do Documento Eletrônico de Transporte (DT-e) no Porto de Vitória, capital do Espírito Santo. A tecnologia irá unificar cerca de 20 documentos que atualmente são exigidos nas operações de transportes de carga e de passageiros realizadas no Brasil

  • Revisão propicia expansão de terminais de uso privado e oferece maior segurança jurídica aos investidores e às autoridades portuárias locais

  • O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, reunido, nesta quinta-feira (10/01), com o governo estadual de São Paulo, debateu a viabilização do Ferroanel de São Paulo, do projeto do Trem Intercidades e a concessão da rodovia Rio-Santos, no litoral norte do estado paulista

  • O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, iniciou a semana (18/02) assinando contrato de adesão do Terminal da GNA no Porto do Açu, localizado no município de São João da Barra, no Rio de Janeiro.

  • A Associação compreende os anseios do Ministro da Infraestrutura quanto à questão do intermodalismo e/ou do multimodalismo. Todavia, não é com criação de uma nova agência reguladora, que abrace esta questão, que trará a solução para o problema