Um dos maiores conhecedores da história das cidades de Santos e São Vicente, o pesquisador Jaime Mesquita Caldas, presenteou-me em certa ocasião com um histórico sucinto do Parque Balneário Hotel. Esse histórico conta em detalhes quase tudo sobre um dos maiores ícones de todos os tempos da cidade de Santos, que aqui repasso aos leitores amigos. Vale antes lembrar que os grandes acontecimentos sociais do litoral paulista aconteciam no prestigiado hotel. Eis o histórico.

1908 – Em construção acanhada, pertencia a Alberto Fomm e Elisa Poli, oferecendo, na época, todas as comodidades de hospedagem.

1912 – A Cia. Economizadora Paulista, dirigida por Júlio Conceição, adquire o hotel por 1200$000 (um conto e duzentos mil réis) e logo a seguir manda demolir o velho edifício surgindo outro, imponente, que se completou em outra etapas.

1914 – Assume a direção do hotel João Fracarolli, integrando-se à sociedade, Henrique Fracarolli, Aldo Fracarolli (gerente), José Fracarolli Sobrinho e Alberto Fracarolli.

1922 – Construção da ala paralela à Rua Carlos Afonseca.

1926 – Levantamento do bloco voltado para a Av. Ana Costa, cuja cerimônia de lançamento da pedra fundamental foi prestigiada com a presença dos srs. Washington Luiz e do presidente do Estado, Carlos de Campos.

1928 – Levantado o torreão onde ficaram instaladas a portaria e a recepção, completando o edifício que tinha a forma de “L”.

1931 – Surge, no PBH, uma das primeiras agências de turismo do Estado de S. Paulo: Agência de Turismo Santos Ltda., vinculada à Bence Tourist Co., de Nova Iorque, estabelecendo no estado de São Paulo a modalidade de turismo dirigido. Ainda nessa década foram fundados nas dependências do hotel o Tênis Clube de Santos e o Bridge Clube de santos.

1966 – O Parque Balneário Hotel é vendido ao Santos Futebol Clube, por BC$ 6.000.000,00, onde instalou sua sede social mantendo-o ainda como hotel.

09-10-1972 – Dirimidos os problemas entre a família Francarolli e o Santos Futebol Clube, o PBH foi comprado por um grupo financeiro santista dirigido pelo sr. Cláudio Doneux, então titular da Metromar Engenharia e Comércio Ltda.; sendo celebrado instrumento particular de compra pelo valor de Cr$ 16.761.000,00.

25-01-1996 – O Parque Balneário Hotel é adquirido pelo grupo Mendes Hotéis Turismo Adm. Ltda, que o transformou num "Super Cinco Estrelas".

Notas
Conforme o Livro de Registro (já desaparecido) dos antigos PBH, eis, entre outras, as personalidades que se hospedaram ou foram homenageadas: Conde D’ Eu (Luis Felipe Maria Fernando Gastão de Orleans) e sua esposa Exma. Sra. Isabel Cristina de Bragança, membros da família imperial, rei Alberto da Bélgica, príncipe Aimoni, gen. Agustin Justo, Gabriel Terra, aviador De Pinedo, aviadores Sacadura Cabral e Gago Coutinho, escritor Blasco Ibanês, presidentes da república: Afonso Pena, Venceslau Brás, Epitácio Pessoa, Washington Luiz, Júlio Prestes (eleito presidente da República, não chegou a tomar posse em virtude da Revolução de 1930), Getúlio Vargas, Juscelino Kubitschek e João Goulart. Presidentes do Estado de S. Paulo: Altino Arantes e Carlos de Campos, governadores Armando de Sales Oliveira e Adhemar de Barros, Pedro de Toledo, interventor federal em S. Paulo. Gen Craveiros Lopes, General Mark Clark – comandante do V Exército dos Estados Unidos, do qual ficou susbordinada a FEB, e muitos outros.

O Parque Balneário Hotel, a nível de hotelaria, ganhou renome, tornando-se famoso no Brasil e até no exterior, distinguindo-o como estabelicimento hoteleiro de primeira linha, acolhendo as mais destacadas personalidades nacionais e estrangeiras, fazendo turismo dirigido e promovendo a cidade de Santos, ao invés de ser por ela promovido.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s