escrito por André de Seixas, editor do site dos Usuários dos Portos do Rio de Janeiro

Precisamos admitir que o panorama hoje é outro. Mas quem participou de operações na Libra Rio ao longo do ano de 2012 até outubro de 2013 passou por muitos problemas: foi mal atendido, teve prejuízos e se desgastou ao extremo. Foram levantados pelos usuários 29 problemas no terminal, sendo que cerca de 85% destes eram problemas de gestão. Por mais que a melhora do terminal tenha sido considerável, fato que ainda não ocorreu no Sepetiba Tecon mesmo após a denúncia que fizemos junto à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) e à Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), não podemos nos esquecer de todos os problemas que os usuários exportadores e importadores e seus respectivos prestadores de serviço passaram. Afinal de contas, esquecer desse passado não tão distante reafirmaria a máxima tão repetida no nosso dia a dia no sentido de que o brasileiro tem memória curta.

Leia também
* Libra Rio: graves problemas ainda persistem
* As omissões de portos e a omissão da Antaq

Precisamos ficar atentos ao fato de que não foram as mudanças na forma de pensar dos gestores do terminal que provocaram essa melhora. O que realmente pesou foram as denúncias feitas. Somada à denúncia do UPRJ, que desencadeou a fiscalização in loco da agência reguladora no terminal, bem como uma reação automática da CDRJ no mesmo sentido, pelo menos 12 usuários realizaram suas denúncias. As denúncias foram os grandes diferenciais desta empreitada, pois colocamos o terminal em uma situação inédita. 

Historicamente, sem ao menos tentar, os usuários da Libra Rio sempre ficaram com os dois pés atrás na hora de fazer as suas denúncias, por puro medo de retaliação. Pois bem, denunciamos e o que verificamos foi algo bem diferente. Verificamos um terminal inclinado a fazer mudanças na forma de tratar os usuários. Verificamos um terminal, que sempre ignorou aquilo que pensavam seus clientes, chamando os usuários para debater melhorias. Quem sofreu retaliação? Quem teve algum problema nesse sentido com o terminal? A resposta é bem simples, ou seja, ninguém.

Foto: Grupo Libra

Usuários pedem maior eficiência e melhor atendimento por parte da Libra Rio

Contudo, mesmo diante das melhoras do terminal, que ainda não são absolutas, vez que alguns problemas ainda persistem, o UPRJ não abre mão de que as sanções legais por todos os problemas que os usuários passaram junto à Libra Rio sejam devidamente aplicadas. Estamos em contando com a Antaq e com a CDRJ para cobrar os resultados da fiscalização. No inicio de 2014 cobraremos formalmente, através de petição, uma posição das autoridades. Não queremos que multas sejam aplicadas, porque, de forma diluída, quem acabará pagando por isso serão os próprios usuários. Desejamos, então, que seja assinado pelo terminal um termo de ajustamento de conduta capaz de garantir a todos que utilizam o terminal um nível mínimo de qualidade.

Reforçamos, então, a importância das denúncias junto As ouvidorias da Antaq e da CDRJ, lembrando que aqueles que não quiserem se identificar poderão fazer as denúncias anonimamente. É importante que os usuários façam também suas denuncias contra o Sepetiba Tecon por conta do colapso operacional que ali está instalado atualmente. São as denúncias e as cobranças que darão equilíbrio nesta relação tão complicada. 

As nossas autoridades estão pedindo que os usuários busquem as suas ouvidorias para denunciar e reclamar. Façam isso, para o bem dos nossos portos!

Ouvidoria Antaq: http://www.antaq.gov.br/Portal/ouvidorv2/manifestacaocadastrar.aspx

Ouvidoria CDRJ: http://ouvidoria.portosrio.gov.br:8080/ouvidoria/externo/cadastro.do

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s