os impactos podem não ser só ambientais
A atividade portuária é a que pode gerar diversos impactos ambientais, e demanda diversos incentivos para que a sustentabilidade possa ver aplicada, ações para mesurar essa ações são de extrema necessidade, no Brasil é um assunto recente.


Sustentabilidade na atividade portuária



No contexto portuário os principais impactos da atividade é a contaminação da água, podemos citar que isso se dá pela falta de saneamento nas áreas portuárias, principalmente na coleta, tratamento dos resíduos sólidos, leito marinho na atividade de dragagem e contaminação através de organismos exóticos que podem vim junto com a água de lastro dos navios.

Os impactos na atividade portuárias que estão relacionados ao processo de dragagem, podemos citar alguns pontos como a perturbação da coluna sedimentar ou na coluna d’água, a água intersticial dos sedimentos, podem conter uma concentração alta de elementos químicos, que com o processo de dragagem pode se misturar com a água causando assim a contaminação.

Considerando que os impactos podem não ser só ambientais, podemos citar instalações e ampliação portuária, que podem causar impactos sociais como trânsito ao acesso, migração, imigração, realocação da atividade econômica e mão de obra, esses pontos ainda não pouco examinados, quando falamos de sustentabilidade portuária.

Hoje em dia, os portos que possuem as práticas internacionais com relação a sustentabilidade são denominados como Green Ports ou Porto Verde, que tem como objetivo os novos padrões de qualidade e desempenho, também regulamenta as atividades portuárias, visando garantir a qualidade de vida da população em cidades portuárias.

Podemos citar, de portos sustentáveis Roterdã localizado na Holanda e Long Beach localizado nos Estados Unidos. O Porto de Roterdã possui projetos em andamento para torná-lo cada vez mais sustentável, alguns exemplos de projetos são o de produção de energia eólica e a utilização de gás natural liquefeito como combustível.

O Porto de Long Beach está adotando a sustentabilidade nas práticas construtivas, operacionais e administrativas, como uma força tarefa de sustentabilidade para o reuso de águas pluviais , programas de reciclagem de papel e contêineres, entre outros.

Desde 1994, foi criado na Europa o projeto ECOPORTS, que tem como objetivo igualar as condições de gestão ambiental, por meio de uma cartilha de conhecimento e experiências entre os profissionais portuários.

O Porto de Roterdã possui projetos em andamento para torná-lo cada vez mais sustentável
O Porto de Roterdã possui projetos em andamento para torná-lo cada vez mais sustentável

Portopédia
*Gestão Ambiental Portuária: O que você precisa saber




A sustentabilidade na atividade portuária: No Brasil



No brasil, conceito de porto verde ainda é recente, a ANTAQ em 2011 publicou um modelo de Porto Verde no Brasil, o objetivo é demonstrar de forma simplificada as práticas ambientais, referente as atividades portuárias.

Este modelo apresenta os procedimentos e uma direcionamento para as questões de gestão ambiental portuária e os instrumentos que são utilizados na gestão integradas dos portos e suas conformidades.

Podemos citar alguns pontos para tornar os portos brasileiros sustentáveis, começando com as instalações de terminais que estão ultrapassados e com capacidade portuária insuficiente, o uso não científico das áreas portuárias e da costa e a infraestrutura aquaviária e ferroviária.

Nos portos brasileiros podemos perceber vários desafios, como falta de segurança, filas de caminhões, filas de navios, conservação, resíduos e a relação porto-cidade.
É justamente, pensando nos desafios que o desempenho ambiental tem como objetivo fornecer resultados mensuráveis para o sistema de gestão ambiental, referente a controle da organização, aspectos ambientais com base na política ambiental.

Para a sustentabilidade portuária, o desempenho ambiental está relacionado a iniciativas dos portos a desenvolver um pensamento local e restrito para o gerenciamento ambiental, com o objetivo de trazer uma visão mais racional dos recursos naturais.

Esses esforços estão ligados de forma indireta nas áreas sociais, econômicas e institucionais, logo, o desempenho ambiental traz alta rentabilidade econômica porém não de forma imediata.

De modo geral, o sistema portuário internacional tem destaque com relação as ações para aprimorar a sustentabilidade portuária, que já que aplicada em diversos portos e conta com muitos esforços e investimentos para os portos que buscam ser mais sustentáveis.

Já os portos brasileiros, ainda são carentes para operar de forma totalmente sustentável, para incorporar todas as ações sustentáveis existem algumas exigências social, econômica, ecológica, espacial e cultural, ainda a diversos passos a serem seguidos, não podemos dizer que vários passos já foram dados.

o projeto ECOPORTS, que tem como objetivo igualar as condições de gestão ambiental
o projeto ECOPORTS, que tem como objetivo igualar as condições de gestão ambiental

 

Notícias
*Porto do Açu é finalista do Prêmio de Sustentabilidade da Associação Internacional de Portos

 

A sustentabilidade na atividade portuária: Índice de desempenho ambiental


O índice de desempenho ambiental é utilizado para medir o desempenho ambiental, é um instrumento utilizado para acompanhar e controlar a gestão ambiental nas instalações portuárias, visando simplificar e quantificar informações para facilitar o entendimento do público e dos responsáveis a tomada de decisões.

O índice de desenvolvimento ambiental possui quatro categorias o econômico operacional, sociológico cultural, físico químico e biológico ecológico, as categorias são subdivididas em indicadores globais com indicadores específicos.

Esses indicadores foram escolhidos de acordo com a literatura técnica especializada, a legislação ambiental e as boas práticas no setor portuário ambiental.

Ao todo são 38 indicadores, que são classificados e possuem pesos diferentes de acordo com o grau de importância, a base utilizada para distribuir o peso de cada indicador foi através dos técnicos e dos responsáveis pelos setores de meio ambiente de aproximadamente 30 portos organizados.

Esses pesos foram atribuídos como forma de compor um índice final, e assim estabelecer um ranking para os portos participantes, no site da ANTAQ disponibiliza ao público.

Na primeira categoria econômico operacional são tratadas ações da organização, estruturação e capacidade de resposta, com relação a gestão ambiental, em concordância as operações portuárias, essa categoria é composta por sete indicadores globais e 24 indicadores específicos.

A segunda categoria socio cultural avalia ações sociais na lógica ambiental, visando a gestão ambiental como um processo integrado, onde é considerado que tudo que tem relação a qualidade ambiental é relevante.

O programa de incentivo bandeira verde que tem como objetivo voltar sua atenção a poluição dos navios
O programa de incentivo bandeira verde que tem como objetivo voltar sua atenção a poluição dos navios

Dia a Dia
*A sustentabilidade dos nossos portos


A sustentabilidade na atividade portuária: Long Beach


Podemos começar com o porto de Long Beach, o complexo portuário é formado pelo Porto de Los Angeles e o Porto de Long Beach, localizado no sul da Califórnia, que é o mais movimentado do país e também é considerado o mais movimentado do mundo.

É considerado um Green Port ou Porto Verde, o porto investe muito nas questões de sustentabilidade, com relação as operações portuárias, atualmente possui vários programas em andamento.

Os programas mais relevantes são o de política do porto verde ou Green Port Policy, que tem como objetivo melhorar o habitat natural dos animais selvagens, melhorando a qualidade do ar, água, limpeza do solo e dos sedimentos submarinos.

Os princípios da política do Porto Verde são proteger a comunidade dos impactos mais agressivos das operações portuárias.

O programa de incentivo bandeira verde que tem como objetivo voltar sua atenção a poluição dos navios, oferecendo incentivos para os navios que diminuírem sua velocidade, para melhorar a qualidade do ar, este programa oferece um desconto nas operações portuárias para os operadores que diminuírem a velocidade em um raio de 30 quilômetros do porto.

Estudo do uso da terra em como objetivo criar estratégias para planejar o uso das terras, produzindo assim um processo de avaliação e ferramentas que podem ajudar na gestão dos portos.

Neste artigo podemos conhecer um pouco sobre a aplicação da sustentabilidade na atividade portuária, e que em portos da Europa possuem diversos incentivos e muitos portos já aplicam o conceito de sustentabilidade, no Brasil o tema é considerado recente porém os portos brasileiros já evoluíram bastante neste assuntos, os indicadores são importantes para mensurar as ações sustentáveis, e um exemplo de porto sustentável que é o Long Beach.

Gostou do tema? Não deixe de conferir os cursos da Escola Virtual Portogente que possui diversos cursos nas categorias de logística, gestão portuária, comunicação, comercio, saúde e segurança e turismo.

Se você quer conhecer mais sobre sustentabilidade na atividade portuária, confira nosso webinar sobre “Desafios do Porto Verde (Green Port)”.

Continue Navegando e Descubra: Saiba Tudo Sobre o Porto Verde

Fonte: Sustentabilidade

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente