Terça, 18 Junho 2024

A mudança é a única constante

Engana-se quem pensa que o Brasil está indiferente à inovação do seu processo industrial. A usina de energia solar sustentável do complexo Sobral, lançada no Ceará, é simbólica da transição tecnológica. Com capacidade de 1.084 MWp - unidade potência de painel fotovoltaico - um investimento de R$ 3 bilhões, tem capacidade para atender 585.000 residências por ano. Reindustrializar é ordem nacional, implica o uso racional do capital e espaço; inova relações e a forma de produzir mais ágil, bem como preserva o planeta.

Porto de Itajaí 2021Porto de Itajaí (SC). Acervo Portogente.

Veja ainda
* Ministro navega por águas rasas no Porto de Santos

Há tempo está em curso uma profunda transformação dos mercados, economias e sociedades, pela produção, distribuição e consumo vigorosos. Redes digitais encurtam tempo e distância da comunicação e intensificam o convívio social. Os aplicativos Uber e AibnB mudaram o uso de carros de transporte urbano e o aluguel de imóveis como hotéis. Portos operam contêineres do navio ao armazenamento no pátio, com robôs. Evolução técnica que vem transformando o modo de movimentar os fluxos do comércio que passam por portos e aeroportos e intensificando a globalização.

Veja mais
* Turismo marítimo cresce e se consolida sustentável

É uma nova dinâmica promovida por tecnologias, como, 5G, Internet Das Coisas (IOT na sigla em inglês), blockchain, indústria 4.0 e Metaverso, na nova forma de produzir, transportar, armazenar e comercializar com uma expressiva redução de uso de mão de obra. Entretanto, por tantas razões, é preciso refletir formas que preservem o trabalho assalariado, cujo número vem decaindo e, assim, reduzindo o estado de bem-estar social.

Veja também
* Blockchain na logística

A importância de fabricar pás eólica nos portos, como já é feito nos de Suape/PE e Pecém/CE, barateia o custo de geração de energia limpa e amplia a pauta de exportação. Uma estratégia que há muito deveria ter sido instalada no Porto de Santos, o principal do hemisfério sul, e a atual administração assume a ideia. Tal proposta já despertou interesse manifesto de investidor internacional. Pois a energia limpa promove a eliminação de fontes fósseis e reduz a crise energética, uma das causas do choque global.

Veja ainda
* Pás eólicas de exportação serão fabricadas no Porto de Santos

Conceber o Porto do Futuro deve se traduzir por uma competência tecnológica, que é real no Porto de Santos, por possuir quadros que poderão produzir resultados inclusivos, se houver investimentos robustos. Para tanto, depende da capacidade de execução dos necessários e conhecidos Planos de Negócio, pela Autoridade Portuária, os quais exigem, também, aplicação de conhecimentos específicos. É preciso produzir hidrogênio verde, com compromisso com a descarbonização do Planeta.

Veja mais
* Práticas ESG para valorizar a comunidade do Porto de Santos

Curta, comente e compartilhe!
Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é a opinião do Portogente

Deixe sua opinião! Comente!