Segunda, 27 Mai 2024

O transporte marítimo sempre foi a forma mais barata e conveniente de movimentar mercadorias e a razão dos portos.

O Comitê Interamericano de Portos (CIP), da Organização dos Estados Americanos (OAS, na sigla em inglês), em cooperação com a Delegação Latino-Americana da Associação Americana de Autoridades de Portos (AAPA), no último dia 16, em Washinton, nos EUA, agraciou a Autoridade Portuária de Santos na categoria Alianças Público-Privadas de 2023, com o prêmio Porto Indústria de Excelência. Foi exaltado o esforço para promover operações portuárias sustentáveis, em documento encaminhado ao engenheiro Roberto Pavec.

Pás eólicasCrédito: Plataforma de imagem pública Freepik.

Veja mais
* Pás eólicas para exportação se fabrica nos portos

O Porto de Santos foi o único porto brasileiro a receber a honraria. Nesta terceira edição, concorreram 22 portos de 11 países da América do Norte, América Latina e Caribe. E a perspectiva é de um complexo portuário alinhado aos melhores parâmetros do mundo. Uma reversão de expectativa da visão da Confederação das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD) na década de 90, que previa os portos latino-americanos se transformarem um peso para seus países, se não mudassem.

Veja ainda
* Terminal Logístico Saboó realiza operação especial para receber pás eólicas

Na visão de um processo estratégico, implementado como resultado da interação do time profissional do complexo portuário, é muito otimista a perspectiva do Porto de Santos. Principalmente pela destacada qualidade do seu quadro de pessoal. Especialmente para corresponder com o desenvolvimento tecnológico recente, potencializando essa capacidade de realização e incrementar produtividade. Reduzindo tempos e custos, com perfeição.

Veja também
* Agenda climática necessária nos portos do Brasil

Nesse contexto, vai ser implantado o projeto de fabricação de pás eólicas, como startup e indústria verde. A começar pela excelência logística da localização. Tanto para receber matéria prima importada, quanto para a exportação do produto acabado, o Porto de Santos é o local ideal para produzir e o mercado potencial dessas pás de geradores. É uma reparação inadiável do desperdício, até recentemente, de oportunidade de excelente competitividade no campo da tecnologia e cultura avançada.

Veja mais
* Padronizar regras para transporte de carga excepcional

Através do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), com fundações, o Porto de Santos poderá ampliar e fortalecer a interação entre o Estado e a iniciativa privada, para potencializar a implantação do projeto, com investimentos robustos. Um porto Indústria Verde Tecnológico e Zona de Processamento de Exportação (ZPE). Assim fomentar o principal papel do porto: gerar riqueza.

Veja ainda
* ZPE do Porto de Santos é projeto para a atual diretoria

Curta, comente e compartilhe!
Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é a opinião do Portogente

Deixe sua opinião! Comente!
 

 

banner logistica e conhecimento portogente 2

EVP - Cursos online grátis
seta menuhome

Portopédia
seta menuhome

E-book
seta menuhome

Dragagem
seta menuhome

TCCs
seta menuhome
 
logo feira global20192
Negócios e Oportunidades    
imagem feira global home
Áreas Portuárias
seta menuhome

Comunidades Portuárias
seta menuhome

Condomínios Logísticos
seta menuhome

WebSummits
seta menuhome
 

 

 

ecoporto