Comércio

A sociedade do século XXI tem seus costumes e gostos – também - pautados no que é inserido por meios de comunicação em massa. Bem como propagandas e comerciais. Além destes - vale ressaltar que a internet e as redes sociais são um dos principais veículos para disseminar produtos e impor padrões - inclusive notícias sem fundamentos (PINHEIRO, 2021). Este é um dos lados sombrios e negativos como conseqüência da tecnologia. Apesar de ser muito útil - incluso como método de aprendizagem - facilitando a troca de informações entre os seres da maioria dos países pertencentes ao planeta Terra (SANTOS, SILVA, PEREIRA, MACEDO, MACEDO, 2018).

Albert Einstein foi um dos grandes nomes da física quântica. Responsável por criar a teoria da relatividade geral, muito estudada por teóricos da área (BBC NEWS BRASIL, 2019). Teve excelência ao citar que não saberia como a terceira guerra mundial seria travada – mas - que se houvesse a quarta seria com paus e pedras (VANUCCI, 2021). Realizando uma análise sobre como o mau uso da tecnologia poderia ser fundamental para o futuro das atuais e próximas gerações (HUERTAS, 2013).

Todavia, quando associada tecnologia aos portos - em específico os responsáveis pela saída e chegada de mercadorias em todo o globo - essa inovação se fez extremamente necessária e de suma importância. “Talvez as tecnologias - como as notas do banco - tenham um modo especial de conter o valor neles mesmo como entidades sociais.” (FEENBERG, 2003, grifo nosso) Impondo suas características e riquezas de um Estado. Um porto movimentado - com alto índice de compra e venda de produtos - significa movimentação na economia de determinada nação. Gerando oportunidades de trabalho - em postos ábdito - para os indivíduos da região e demais localidades.

Serviços relacionados ao porto requerem não somente trabalhos braçais - mas também tudo o que engloba a cadeia logística e o supply chain (gestão da cadeia logística). Bem como escritórios no ramo de transportes - despachantes aduaneiros - armadores (donos das embarcações) - NVOCC (non-vessel operating common carrier) - dentre inúmeros outros pertinentes as necessidades do mercado (IPOG,2019).

A internet é sem dúvidas uma tecnologia muito utilizada por trabalhadores de escritórios no ramo portuário. Isso porque - antigamente se fazia necessário o uso de papéis impressos para a realização do transito de documentações. Algo que atualmente é realizado pelo network (INTERMODAL DIGITAL, 2021). Dito isso - entende-se que os escritórios necessitavam se localizar próximos aos portos para facilitar o processo da troca de documentação. Nos tempos modernos, não se faz necessário. Pois – exemplo - documentos criados no porto de Santos podem ser facilmente destinados ao porto de Antuérpia - Bélgica - em uma fração de segundos (JULIÃO, 2021).

Entretanto - o uso excessivo desta inovação pode trazer prejuízos para os que com ela trabalham. Os funcionários das estivas - chamados estivadores (DICIO, 2022), podem ser substituídos a qualquer momento por máquinas. Isto ocorre pela rapidez do processo e na economia em mão de obra por parte do contratante. O ser humano é substituído por maquinários - perdendo sua renda necessária para sobrevivência (JULIÃO, 2021).

Estiva são os produtos os quais se localizam no porão das embarcações (DICIO, 2022). Podendo estes - serem sacos carregados com grãos de café. Os estivadores são os responsáveis por abastecerem os navios com os produtos e/ou levarem estes até os caminhões para serem distribuídos aos seus destinatários (JULIÃO, 2021).

Máquinas com alta tecnologia podem ser as responsáveis por ocuparem o lugar dos trabalhadores portuários como no processo da estiva. Movimento este ocasionado em portos muito tecnológicos - deixando de gerar emprego nesse ramo específico da cadeia logística. As operações portuárias são de suma importância para o supply chain (LOGINFO, 2021). A tecnologia evolvida - incluso nos escritórios com a movimentação de documentos - quanto à armazenagem de contêineres e o trâmite destes para os armazéns e navios - precisam está interligados para que nada atrapalhe no processo de trânsito destes (COOPERCARGA, 2021).

A revolução industrial foi o marco importante para a chegada da tecnologia entre os seres humanos (BOTELHO, 2021). É visível a utilização desta nos portos - desde navios ocupados com radares de alta freqüência (BUENO, 2022) até caminhões com engenharias de ponta para agüentar o peso de grandes cargas (EQUIPE PHENIX, 2021). Em um mundo altamente globalizado - o qual nações utilizam de soft power por meio da tecnologia - os portos obtém do conhecimento científico para melhor armazenagem, trânsito e agilidade de seus produtos - desde a saída até a entrega. Todavia - o uso excessivo desta pode ocasionar no desemprego de diversos indivíduos. Deixando a dúvida de quanto tempo os restam em seus postos para que neste ambiente de serviço permaneçam.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Enquanto o desemprego continua em alta em diversos segmentos, profissões voltadas para tecnologia são opção para quem quer mudar de carreira

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Portarias continuam restringindo entrada por via aquaviária no Brasil. Para especialista, há insegurança jurídica sobre a garantia da mobilidade de profissionais

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

As casas de aposta atuais oferecem a possibilidade de apostar em diferentes modalidades de esportes. De forma fácil, rápida e segura, é possível dar vários palpites e participar, ao mesmo tempo, de diversas competições

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

Nessa parte da entrevista, o professor e pesquisador Carlos Andrés Hernández fala sobre a importância da microeconomia e as comunidades locais para o desenvolvimento do País e da América Latina

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente