Comércio

Em pleno século XXI é evidente que temas globais, como o ecossistema, sejam abordados. Isso ocorre porque grandes empresas estão se conectando cada vez mais as necessidades ambientais postas para a sociedade. Com o avanço da tecnologia, após as Revoluções Industriais, o ser humano ocasionou no advento do efeito estufa. Proporcionando em diversos distúrbios com relação à fauna e flora para com o planeta Terra.

Por isso, pessoas, empresas e organizações não governamentais (ONG’s) se formaram para tratar do tema em questão. Feito este, de suma importância. Pois, esses núcleos são responsáveis por influenciarem outras pessoas a se engajarem na causa. O consumo desenfreado do meio ambiente proporcionou a retirada excessiva de matéria prima natural, ocasionando na deficiência de insumos em determinadas regiões.

Não somente na questão ambiental, mas também, em outros seguimentos, as ONG’s são voltadas a atrair pessoas físicas ou jurídicas para os seus objetivos. Elas são destinadas inclusive para outros e novos meios de ajudar a sociedade nela intrínseca. O projeto Gerando Falcões, em específico, se encaixa nessa óptica. O seu responsável é o Edu Lyra, o qual morou em uma Comunidade Carente e mesmo com todas as dificuldades conseguiu estudar em Havard, uma das universidades mais renomadas dos Estados Unidos, localizada na cidade de Boston.

O projeto atua em diversas Comunidades Carentes do Brasil e tem por objetivo diminuir a pobreza muito presente nesses ambientes, transformando essa realidade em história para ser retratada em museus. O objetivo até o dia 18 de abril de 2022 alcançou 1.545 Comunidades Carentes, 138 ONG’s atuando em conjunto com o projeto falcão, 23 estados brasileiros beneficiados e 205, 245 cidadãos favorecidos com a iniciativa.

Dito isso, entende-se que as ONG’s são de extrema importância não somente para o meio ambiente, mas também, para os cidadãos e empresas localizadas em qualquer Estado do globo. Ocasionando melhorias para a sociedade e quem nela convive. Para isso é de suma transcendência a participação de indivíduos diversos e o apoio das corporações, também beneficiadas. Bem como o exemplo do projeto Gerando Falcões. O qual, os números apontam inclusas melhorias não somente para as regiões nele atuante, mas também para diversos pontos do Brasil. Acarretando parcerias com outras ONG’s, formando uma rede de beneficiados.

 

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O termo globalização refere-se às grandes navegações do século XVI até o mundo contemporâneo com a chegada da tecnologia de ponta. Ele é responsável por tornar as pessoas de diferentes nações do globo mais próximas, bem como na agilidade do intercâmbio de diversas mercadorias e produtos para inúmeros Estados.

Porém, o termo globalização, apesar de muito parecido quando pronunciado, se difere de globalismo. Pois, este é característico, também, do ramo sociológico, para referi—se a geopolítica entre as nações. Isso significa que irá depender do contexto o qual se é colocado. Além desse, serve para indivíduos e também na forma o qual os Estados se comportam de acordo com as relações em si.

O termo globalização se faz muito presente no Comércio Exterior e Internacional, pois, esse resulta na eficiência da troca de utensílios e mantimentos. Foi por ela, que o intercâmbio de produtos é possível, além da rapidez que isso ocorre. Sem dúvidas o comércio mundial não se faria presente se a globalização não houvesse atingido o seu estágio de integração pessoal e empresarial.

O globalismo é mutável. Ele se dar pela alta gama de variedades presente na época moderna e na pós-moderna, referente a grupos ou apenas indivíduos distintos em todo e qualquer lugar do globo. Ele engloba o nacionalismo, o tribalismo, o imperialismo, colonialismo, dentre os mais distintos pensamentos das sociedades, além de maneiras de pensar diversas. Possuem características amplas, não somente da época atual, mas de futuras. Aborda questões a nível mundial. Ocasionando em críticos e defensores do termo em questão.

A globalização está voltada a movimento, tecnologia, em um mundo mais ágil e novas maneiras de expandir para diversos públicos e nações. Por isso, é de suma importância ressaltar a autenticidade dos dois termos e o quão significativos são para entender questões e condutas de Estados e indivíduos atualmente, épocas passadas e futuras. Havendo grande influencia nas Relações Internacionais e no Comércio Exterior e Internacional, muito presente e representativos no cotidiano de inúmeros cidadãos ao redor do globo.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

As grandes navegações tiveram início durante o século XVI. Com a vontade dos países em expandirem seus territórios e comércio. Rotas para a Ásia e África eram as que mais interessavam os grandes exploradores. Isso acontecia porque durante o período em questão a troca de mercadorias como especiarias e temperos, bem como utensílios do dia-a-dia era uma grande oferta. Assim foi caracterizado o início da globalização. Visto que, o intuito de catequizar novos indivíduos também faz parte do nicho abordado.

A globalização se caracteriza pela troca de mercadorias, cultura e moeda entre os Estados, englobando áreas como comércio, sociologia e economia. Sendo assim, pode-se considerar que a geração contemporânea é extremamente globalizada. A tecnologia teve grande importância nesse feito, pois, ela é responsável por conectar, de diversas maneiras, os cidadãos de países distintos, a qualquer momento.

As maneiras como os Estados se comunicam entre si, no ramo da política, também é característica da globalização, a diplomacia e a demonstração de interesses para uns com os outros é um reflexo da era atual. A Terceira Revolução Industrial ou como também conhecida, Revolução Técnico-Científico-Informacional foi de suma importância para impulsionar áreas da tecnologia, informação e o intercâmbio de idéias quase que no mesmo instante para todo e qualquer lugar do globo. Incluso o transporte de produtos e pessoas. A comunicação referente à logística foi também afetada, ocasionando uma troca mais rápida de mercadorias entre as nações, impulsionando o comércio e a facilidade que esse passou a oferecer.

Enviar cartas aos correios, mandar mensagem pelo celular para um familiar em outro país, postar foto nas redes sociais, assistir a um filme estrangeiro, são características de um mundo altamente globalizado, o qual, a troca de informações e ações acontece repentinamente, sem muitos esforços. Isso porque a internet e os aparelhos eletrônicos foram de extrema importância para que os indivíduos pudessem estar conectados a todo o momento com quem quer que seja aonde for. Entretanto, não somente no pessoal, mas inclusive em áreas maiores, como na logística, no comércio exterior e internacional.

Os dois últimos de grande importância para a economia entre os países. Isso porque, a troca de mercadorias e produtos, se faz essencial às necessidades de cada Estado. Com isso, é possível suprir a mercancia faltante e/ou obter de maneira mais barata. Ofertar também traz renda à nação que mais exporta, ressaltando, que para um país, é mais vantajoso quando se comparado a importação. Sendo assim, entende-se que o comércio de grandes mercadorias, principalmente o que ocorre por meios marítimos e aéreos traz altos números à economia. Podendo ser um grande influenciador do PIB (Produto Interno Bruto) de um país e suas riquezas nacionais. Desempenhando um papel importantíssimo na vida dos cidadãos de cada estado, podendo ser o maior percussor da sociedade atual.

Empresas transnacionais, que se caracterizam por estarem dispostas em diversos países são exemplos de mundo globalizado. Geralmente possuem grande porte, com o foco não somente em um Estado, mas sim, diversos. Possuem a mentalidade de expansão, inclusive entre as pessoas para que nela consumam seus produtos. Grandes donos das embarcações responsáveis por realizarem o transporte de mercadorias de outras empresas são exemplos de transnacionais que ultrapassaram a fronteira do nacional e buscou seus investimentos em diversas nações no globo.

Os chamados blocos econômicos são exemplos de mundo globalizado, eles possuem etapas para conseguirem alcançar o seu estágio máximo. São elas, Zona de Preferência Tarifária, Zona de Livre Comércio, União Aduaneira, Mercado Comum, União Política e Monetária. Um dos blocos econômicos mais conhecidos, o qual obteve resultado muito positivo foi a União Européia, a qual se consolidou extremamente bem. Englobando diversas nações do continente europeu. Nela, os países se auxiliam na troca de mercadorias. Além do intercâmbio enorme de diferentes pessoas transitando em diferentes territórios para trabalhar.

A globalização pela cultura se dá para o avanço da influencia ê que muitas nações podem acarretar em outras. Os chamados grupos musicais são também responsáveis. Cantores adolescentes e atores de seriados são famosos mundialmente, muitas vezes sem ao menos conhecer pessoalmente o país que fazem sucesso com seus trabalhos. Isso se caracteriza pela quebra de fronteiras que a globalização se faz. Bem como a rapidez quase que instantânea que as informações acabam chegando para todos os cantos do globo, ocasionando uma comunicação muito mais ágil e eficaz.

Bem como para o comércio que teve suas barreiras rompidas para com a globalização. De acordo com a necessidade de uma determinada empresa, o produto em questão pode ser facilmente entregue vindo de qualquer parte do globo e vice-versa. As empresas se tornam transnacionais e dificilmente uma mercadoria, exemplo, um carro, terá todas as suas peças de apenas um único determinado país. Assim, sua produção é barateada, algo vantajoso para as empresas e o comércio. O que pode acarretar em um aumento da produção e maior diversidade de mercadorias para quem as consomem.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

A idéia de tornar o mundo e a maneira como nos comportamos mais sustentável não se faz nova. Isso porque especialistas do ramo ambiental, estudam os impactos que as conseqüências da produção em massa e o consumo desenfreado podem causar, há anos.

Os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) estão diretamente ligados a Agenda ESG, pois, os dois prezam pelo bem-estar social e a mudança na maneira de se comportar do ser humano em relação ao planeta Terra. Incluindo as implicações que nele podemos vir a formar, tanto para a geração contemporânea quanto para as futuras.

Pensando não somente em visar o desenvolvimento sustentável, mas, também os gestores de grandes empresas e conseqüentemente o comércio internacional, a Agenda ESG, tem por objetivo construir uma sociedade voltada à preocupação ambiental. Além de render mais lucros, movimentando a economia de diversas nações do globo.

A Agenda ESG cujo nome significa Environmental, Social and Governance, possui objetivos nas questões ambientais, sociais e de governança corporativa. Ela foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) com o intuito de incentivar as empresas a buscarem melhorias nas três vertentes nelas disposta.

No ramo ambiental, é proposto, redução de gases que possam agravar drásticas mudanças climáticas, prejudiciais ao no efeito estufa, propostas para que o consumo da flora seja consciente, principalmente em águas fluviais, ocasionando o não esgotamento de recursos. Medidas para barrar o desmatamento ilegal de florestas naturais e o descarte inconsciente de materiais tóxicos no meio ambiente.

No contexto social, foi incentivada a adoção de medidas que possam favorecer o contratante e seus colaboradores. Como a admissão de indivíduos componentes de grupos indígenas pertencentes à região, exclusão do trabalho escravo, incluso de menores, medidas relacionadas ao bem-estar dos empregados e assim refletir em um bom ambiente de trabalho. Ter um grupo amplo e diverso de pessoas em serviço, prezando por cargos compostos por mulheres, bem como em quantidades semelhantes à masculina.

Operações transparentes, medidas para barrar a corrupção na empresa, incentivo á checagem nos processos, maneiras para evitar possíveis conflitos de interesses que possam vir a ocorrer, bem como opiniões autônomas para um melhor gerenciamento de ações. São propostas oferecidas para uma boa governança corporativa, visando os três pilares a permanecerem em sintonia e assim alcançarem os objetivos da ESG.

Estas medidas serão de suma importância para o comércio internacional. Ele é responsável por conectar diversos Estados do globo visando à troca de mercadorias e favorecendo a rentabilidade das nações. Isso porque, os objetivos das ESG são categorizados por proporem a redução de gastos, favorecendo os gestores, as empresas, bem como os recursos naturais presentes em nosso planeta.

Estes objetivos são de suma importância para o crescimento das corporações. Além de beneficiarem o meio ambiente e a sociedade contemporânea, também estarão beneficiando o convívio no trabalho. A economia de recursos e a inclusão de difrentes pessoas, trarão movimentação e o intercambio de idéias para o ambiente de serviço. O comércio internacional, este que ocorre de maneira bilateral, diferente do comércio exterior, será o mais afetado, de maneira extraordinariamente benéfica.

Sendo assim, utilizando dos objetivos propostos será ocasionado um boom na economia das nações. Com eles haverá redução de gastos e uma maior participação de grupos sociais empregados. Além destes, a fauna e a flora também serão afetadas de maneira benéfica, pois as ações tomadas pelos donos e gestores de empresas, ocasionarão uma melhora nos gastos de recursos naturais no globo. Proporcionando um melhor bem-estar e qualidade de vida para as atuais e futuras gerações.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

A sociedade do século XXI tem seus costumes e gostos – também - pautados no que é inserido por meios de comunicação em massa. Bem como propagandas e comerciais. Além destes - vale ressaltar que a internet e as redes sociais são um dos principais veículos para disseminar produtos e impor padrões - inclusive notícias sem fundamentos (PINHEIRO, 2021). Este é um dos lados sombrios e negativos como conseqüência da tecnologia. Apesar de ser muito útil - incluso como método de aprendizagem - facilitando a troca de informações entre os seres da maioria dos países pertencentes ao planeta Terra (SANTOS, SILVA, PEREIRA, MACEDO, MACEDO, 2018).

Albert Einstein foi um dos grandes nomes da física quântica. Responsável por criar a teoria da relatividade geral, muito estudada por teóricos da área (BBC NEWS BRASIL, 2019). Teve excelência ao citar que não saberia como a terceira guerra mundial seria travada – mas - que se houvesse a quarta seria com paus e pedras (VANUCCI, 2021). Realizando uma análise sobre como o mau uso da tecnologia poderia ser fundamental para o futuro das atuais e próximas gerações (HUERTAS, 2013).

Todavia, quando associada tecnologia aos portos - em específico os responsáveis pela saída e chegada de mercadorias em todo o globo - essa inovação se fez extremamente necessária e de suma importância. “Talvez as tecnologias - como as notas do banco - tenham um modo especial de conter o valor neles mesmo como entidades sociais.” (FEENBERG, 2003, grifo nosso) Impondo suas características e riquezas de um Estado. Um porto movimentado - com alto índice de compra e venda de produtos - significa movimentação na economia de determinada nação. Gerando oportunidades de trabalho - em postos ábdito - para os indivíduos da região e demais localidades.

Serviços relacionados ao porto requerem não somente trabalhos braçais - mas também tudo o que engloba a cadeia logística e o supply chain (gestão da cadeia logística). Bem como escritórios no ramo de transportes - despachantes aduaneiros - armadores (donos das embarcações) - NVOCC (non-vessel operating common carrier) - dentre inúmeros outros pertinentes as necessidades do mercado (IPOG,2019).

A internet é sem dúvidas uma tecnologia muito utilizada por trabalhadores de escritórios no ramo portuário. Isso porque - antigamente se fazia necessário o uso de papéis impressos para a realização do transito de documentações. Algo que atualmente é realizado pelo network (INTERMODAL DIGITAL, 2021). Dito isso - entende-se que os escritórios necessitavam se localizar próximos aos portos para facilitar o processo da troca de documentação. Nos tempos modernos, não se faz necessário. Pois – exemplo - documentos criados no porto de Santos podem ser facilmente destinados ao porto de Antuérpia - Bélgica - em uma fração de segundos (JULIÃO, 2021).

Entretanto - o uso excessivo desta inovação pode trazer prejuízos para os que com ela trabalham. Os funcionários das estivas - chamados estivadores (DICIO, 2022), podem ser substituídos a qualquer momento por máquinas. Isto ocorre pela rapidez do processo e na economia em mão de obra por parte do contratante. O ser humano é substituído por maquinários - perdendo sua renda necessária para sobrevivência (JULIÃO, 2021).

Estiva são os produtos os quais se localizam no porão das embarcações (DICIO, 2022). Podendo estes - serem sacos carregados com grãos de café. Os estivadores são os responsáveis por abastecerem os navios com os produtos e/ou levarem estes até os caminhões para serem distribuídos aos seus destinatários (JULIÃO, 2021).

Máquinas com alta tecnologia podem ser as responsáveis por ocuparem o lugar dos trabalhadores portuários como no processo da estiva. Movimento este ocasionado em portos muito tecnológicos - deixando de gerar emprego nesse ramo específico da cadeia logística. As operações portuárias são de suma importância para o supply chain (LOGINFO, 2021). A tecnologia evolvida - incluso nos escritórios com a movimentação de documentos - quanto à armazenagem de contêineres e o trâmite destes para os armazéns e navios - precisam está interligados para que nada atrapalhe no processo de trânsito destes (COOPERCARGA, 2021).

A revolução industrial foi o marco importante para a chegada da tecnologia entre os seres humanos (BOTELHO, 2021). É visível a utilização desta nos portos - desde navios ocupados com radares de alta freqüência (BUENO, 2022) até caminhões com engenharias de ponta para agüentar o peso de grandes cargas (EQUIPE PHENIX, 2021). Em um mundo altamente globalizado - o qual nações utilizam de soft power por meio da tecnologia - os portos obtém do conhecimento científico para melhor armazenagem, trânsito e agilidade de seus produtos - desde a saída até a entrega. Todavia - o uso excessivo desta pode ocasionar no desemprego de diversos indivíduos. Deixando a dúvida de quanto tempo os restam em seus postos para que neste ambiente de serviço permaneçam.

0
0
0
s2sdefault
powered by social2s
O que você achou? Comente