Entenda rapidamente os conceitos básicos e fique mestre em como gerenciar uma cadeia de suprimentos, sabendo até como encontrar e como corrigir pontos de melhoria.


           A logística e a gestão de cadeia de suprimentos têm como objetivo gerenciar todas as tarefas referentes à logística interna e externa de uma organização, além de proporcionar controle e cooperação entre todos os integrantes dessas atividades. São eles: fornecedores, prestadores de serviço e consumidores.

ipog mba logistica

           Neste artigo você entenderá detalhes sobre o funcionamento de uma cadeia de suprimentos: o que é, como funciona e até dicas de como garantir maior eficiência.

1. O que é?

          A gestão na cadeia de suprimentos é um processo que consiste em gerenciar os fluxos de bens, serviços, finanças e informações dentro de uma cadeia integrada com diversos participantes, incluindo: fábrica, fornecedores e clientes finais.

Fonte: Arte equipe Portogente– Foto Fluxo de informações X Fluxo financeiro e de produto

            Também conhecido como Supply Chain Management (SCM, ou em tradução livre GCS, gestão da cadeia de suprimentos) é a integração de todos os elementos responsáveis por uma cadeia de suprimentos, incluindo o conjunto de técnicas que são utilizadas para possibilitar excelência na integração entre as etapas de uma cadeia de suprimentos, como: transporte, estoque e custo.

            O gerenciamento apropriado destas etapas facilitará na otimização do serviço e/ou na melhor qualidade do produto ofertado pela empresa, assim melhor satisfazendo seus clientes finais.

2. Pra que serve?

            Tem como objetivo auxiliar na redução dos custos ao longo da cadeia de suprimentos, também com a intenção de atender às exigências dos clientes de forma mais assertiva e com maior qualidade. O foco das empresas deve estar sempre voltado para seus clientes, por isso o SCM busca uma gestão de qualidade, entregando o que o cliente deseja, no preço e nas condições estabelecidas.

3. Como fazer?

            Uma gestão eficiente da cadeia de suprimentos pode promover e colocar em atividade um fluxo de produtos e de informação mais interligadas entre si, agilizando todos os processos da empresa.

>> Quer se qualificar? Inscreva-se para o MBA Infraestrutura de Transportes e Rodovias do IPOG

            Para isso, o produto passa por diversas etapas antes de chegar ao cliente final. O primeiro passo é atrair, conquistar e fidelizar seus clientes. Para que isso aconteça é preciso colher informações no setor de cadeia de suprimentos da sua fábrica.

            Após de passar pela etapa de idealização dos produtos juntamente com os fornecedores e conseguir as matérias primas necessárias, chega a parte de produção, passando pela distribuição, transporte e por fim chegando ao consumidor.

Arte: equipe Portogente

 4. Dicas para melhorar a cadeia de suprimentos

          Para implantar qualquer sistema de melhoria é preciso conhecer com o que está lidando. A importância de compreender toda a cadeia de suprimentos é fundamental para  identificar as necessidades da SCM e conseguir otimizar todos os processos, unindo agilidade a qualidade. Para ter uma cadeia de suprimentos com alto padrão de competência, é necessário incluir formas de melhoria nas seguintes atividades:

  1. Localização de fornecedores de matéria-prima;

  2. Fabricação do produto;

  3. Previsão e planejamento do equilíbrio entre oferta e demanda

  4. Armazenagem do produto;

  5. Entrega do produto;

  6. Feedback através do serviço de atendimento ao cliente e melhoria do processo, onde for necessário.

           É significativo existir participação e comunicação dos consumidores com os seus provedores, informando-os de seus propósitos de possíveis modificações ou melhoria de alguns processos da produção. Ter como objetivo um estoque cada vez mais baixo, desde que exista segurança, é a melhor opção para diminuir custos de uma empresa. Para isso, existem formas de gerenciamento de estoques, como o just-in-time, ou o de produção por demanda, por exemplo. O custo de estoque é um dos pontos fundamentais para avaliar o nível do desempenho logístico de uma organização.

           Além disso, a tecnologia da informação está intrinsecamente ligada com a eficiência de uma SCM, por isso é interessante sempre utilizar softwares que auxiliem relações e processos, como no caso dos fornecedores. Instalando um sistema de extranet ou mesmo um sistema simples de códigos de barras é possível reduzir o tempo de pedido e entrega, garantindo que o fornecedor esteja sempre avisado e evite imprevistos, permitindo que a matéria-prima esteja sempre disponível.

Arte: equipe Portogente

 

Ebook 7 Passos para Aumentar a Eficiência da Cadeia de Suprimentos

 

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente