Os arrendatários e operadores dos portos baianos de Salvador e Ilhéus contam com o novo Sistema de Controle de Acesso Web para realizar, via internet, os agendamentos de visitas e trânsito de veículos de carga de modo prático e rápido. O modelo traz ainda novidades como a geração de relatórios de acessos e preenchimento de campos complementares durante o trâmite de cadastro das informações. No Porto de Aratu, a implantação do sistema está em andamento.

Leia também

Aparelhamento sem fim na Docas do Rio e um novo modelo para os portos brasileiros

Em conformidade com as regulamentações estabelecidas por lei, a adoção do novo sistema vai garantir que manutenções sejam feitas com maior facilidade, como explica o chefe de serviços de informática da Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba), Adriano Moraes, responsável pela inovação. “O sistema permite, ainda, integrar esse acesso aos novos sistemas em implantação nas instalações portuárias internas, acelerando e dinamizando o controle de acesso, o que possibilita economia na logística dos portos e melhoria geral dos serviços prestados”, acrescenta.

No futuro, será possível expandir as funcionalidades do sistema, como exibir informações de segurança e prevenção de incêndio, de modo integrado aos sistemas de alarmes que estão em desenvolvimento pela equipe de TI da Codeba. Também poderá ser realizado a integração ao sistema de leitura de placas de veículos, em fase de pesquisa e protótipo funcional, como revela Adriano.

O novo Sistema de Acesso Web atende às demandas específicas das resoluções da Receita Federal e da Comissão Nacional de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Conportos), que versam sobre o controle de acessos e veículos às áreas alfandegadas. As equipes dos três portos tiverem multiplicadores treinados pela Tecnologia da Informação (TI) da Codeba, credenciados para uso e gestão do sistema juntamente com seus chefes da Guarda Portuária.