A Superintendência da Portos RS anunciou para os próximos dias o início dos serviços de dragagem no Canal da Feitoria, um dos mais importantes trechos da hidrovia que liga o porto da capital gaúcha ao Porto do Rio Grande, o mais movimentado do estado. R$ 16,4 milhões serão investidos na dragagem de manutenção do Canal que propicia o acesso a terminais privados e que será realizada pela companhia Jan De Nul.

portos rs navios
Foto: site oficial Portos RS

Leia também
* Localização privilegiada de Rio Grande motivou disputa entre portugueses e espanhóis
* Porto de Santos tem novo arrendatário na Ilha Barnabé

O estado do Rio Grande do Sul passa por uma delicada estiagem, a maior dos últimos anos, o que afeta o transporte hidroviário, obrigando embarcações a acessarem hidrovias e portos com quantidade de carga menor do que a capacidade "normal" da região. A contratação de uma dragagem permanente é requisitada pela comunidade portuária há bastante tempo como instrumento para aumentar a competitividade das operações.

Apesar desses contratempos, a movimentação de cargas nos portos de Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande registrou crescimento de 4,89% no primeiro quadrimestre de 2020. Mesmo durante a pandemia de casos de COVID-19, o desempenho foi o melhor para o mês de abril nos últimos cinco anos, impulsionado principalmente pelas exportações de soja, que somaram mais de 1,6 milhões de toneladas embarcadas. O superintendente Fernando Estima considera uma das prioridades para os próximos meses a renovação do convênio de delegação com o Governo Federal que se encerra em 2022, concretizando a assinatura no primeiro semestre de 2021 e ampliando a  autonomia de sua gestão.

abril portoriogrande

A Portos RS também trabalha para transferir a natureza social da companhia de autarquia para empresa pública. O processo vinha sendo rapidamente conduzido, mas no momento a Assembleia Legislativa do estado está operando somente com prioridades devido à crise sanitária mundial. "Faremos no segundo semestre e bem feito, para consolidar e profissionalizar a gestão", acrescentando que a Superintendência é a última autoridade portuária no País a funcionar como autarquia.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente