O porto de hoje não é o porto de amanhã. Induzido pela sustentabilidade, tecnologia, motivadores geopolíticos e demográficos, o setor portuário está se transformando e respondendo à várias tendências. (Deloitte- ESPO)

Desde 1892, quando foi inaugurado o cais corrido do Porto de Santos avançando sobre as águas para operar os navios da revolução industrial, a sua comunidade é outra vez desafiada a decidir o destino da sua galinha dos ovos de ouro, na era dos navios da revolução tecnológica, longos e de grandes calados. A carga geral foi transformada em “commodity” pelo contêiner. Agora, é preciso construir o porto oceânico (offshore), para participar do novo tempo do comércio marítimo.

600 Navio NOV2020 9Porto de Santos. Acervo Portogente.

Editorial 
Porto de Santos e ações empreendedoras estratégicas

Trata-se de uma decisão para garantir agilidade da carga pedindo passagem, como parte de uma rede de troca poderosa, envolvendo o globo e que melhorou a vida dos seus habitantes. Desafio para o qual o programa de desestatização do ministério da Infraestrutura – Minfra não está apto o suficiente: sem substrato razoável, nem o debate no grau necessário. Entretanto, a comunidade do Porto de Santos propõe o procedimento efetivo: Santos2050

Leia também 
O programa de desestatização dos portos ameaçado

Estamos falando de um Projeto Financeiro de mais de US$ 25 bilhões de dólares por 30 anos. Para decolar e ter sucesso, esta iniciativa precisa ser robusta e confiável; ser baseada em posicionamento tecnicamente definido, o que não se percebe no programa governamental. Esta insegurança que também gera conflitos nos portos do Espírito Santo e de Santa Catarina. E será agravada pela instabilidade do momento político.

Editorial 
Programa de desestatização dos portos pode ter solução no Santos2050

Igual foi a iniciativa frustrada Santos17, para estabelecer profundidade de 17 metros no canal de acesso, também agora não se trata de uma missão trivial. Em princípio, a comunidade do porto carece entender um projeto de 30 anos, para construir um futuro mais longo do que os próprios contratos operacionais. E nessa atmosfera de incertezas, são impercebíveis a obrigatória opinião do Conselho de Autoridade Portuária – CAP e a desejável visão do Sindicato dos Operadores Portuários – SOPESP.

Leia mais 
A hora H da inovação dos portos brasileiros

A comunidade do Porto de Santos está diante da mesma realidade que inspirou Cristóvão Colombo a atravessar o Atlântico em busca das riquezas do Oriente Médio. Entretanto, a força da carga, que enriquece a vida dos que mandam e dos que a recebem, não será contida pela demora da comunidade portuária em perceber o potencial da inovação. O porto de hoje não é o porto de amanhã. Sem evoluir, o Porto de Santos ficará restrito à cabotagem.

Cais das Letras | Marcia Costa 
Engenheiro destaca vantagens técnicas e ambientais de túnel na ligação entre Santos e Guarujá

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente