O projeto de porto bem estruturado, como fator de desenvolvimento, atrai capital como um campo de trigo atrai gafanhotos

A Associação Brasileira dos Terminais Portuários - ABTP achou que o Portogente se equivocou ao considerar que essa poderosa associação recomenda a reformulação do programa de desestatização dos portos, por ter solicitado “que o governo não tenha pressa em lançar os editais e que a modelagem considere as particularidades de cada Porto”. Isso não altera o entendimento do cerne da questão por este portal da web, líder entre concorrentes.

Dad 10FEV2020

Leia também
Programa de desestatização dos portos pode ter solução no Santos2050

Indubitavelmente, a conclusão da modelagem dos portos anunciada para este mês não tem previsão para ser ajustada, se for amplamente discutida pela comunidade do porto. Há muito, Portogente alertou sobre a perda de tempo impondo o modelo australiano, sem lastro. Nos portos do Paraná ocorreu um favoritismo político retrógrado. Agora, ao propormos o debate do modelo Santos2050, o Ministério da Infraestrutura alega não ter agenda.

Especial | Bruno Merlin 
Estudo avalia processos e indica impactos da privatização de portos australianos

Enquanto isso, o programa de modernização dos portos, chamado de desestatização, propõe uma mudança sem conceituação suficiente para dar produtividade aos portos e promover progresso. Falta debate amplo com as comunidades portuárias, incluindo a relação porto-cidade. Por isso, o que se ouve dessas comunidades não são aprovações. E os manifestos dos setores do agro e das indústrias denotam instabilidade que reflete no setor portuário.

Editorial 
Uma reforma portuária como um voo de águia

O fracasso desse programa de modernização vai ser o pior resultado. Por suas particularidades, o processo de cada porto é distinto. No caso do Porto de Santos, pode acirrar conflitos, sem promover o porto do futuro e nem gerar relações sustentáveis. Politicamente, Santos está no radar do centrão do Valdemar Costa Neto. Reflexo dos leilões de cargos em troca de apoio eleitoral, que se assiste no Congresso Federal. Santos2050 é o plano B eficaz.

Leia também 
Santos2050 é o inexorável Porto de Santos

Santos2050 é a proposta de uma comunidade e reflete a realidade do Porto de Santos, até como critério de análise comparativa do programa de desestatização governamental. Sua proposição são metas consistentes atreladas à boa governança. Esse debate será inevitável e na medida necessária, para se ter uma conclusão sobre a extensão e intensão dessa reforma.

Editorial
Desestatização dos portos aprimorada: Santos2050

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente