Porto do Futuro implica a capacidade de mover cargas e pessoas de forma rápida e segura através das fronteiras internacionais.

Tratar a complexidade da reforma portuária com particularidades políticas, como foram os portos do Paraná, priorizando a eleição de 2022 sobre a produtividade, e a exigência de adaptação dos contratos de arrendamento vigentes não é a forma adequada para eliminar gargalos dos portos do Brasil. O objetivo há de ser atrair cargas para elevar nossos portos, em movimentação, ao patamar dos asiáticos.

600 navio dad 29JUL2019Foto: Acervo Portogente.

Leia também
Santos 2050 é o caminho para o Porto do Futuro

A inferioridade dos portos brasileiros, em relação aos portos japoneses e chineses, é verificada no tempo da mercadoria paralisada na área portuária e nos custos que agrega à composição do preço final dos produtos exportados e importados. São os fundamentos construtivos do projeto Santos2050. Eliminar gargalos e ampliar a produtividade na movimentação, tornando-a mais ágil.. Ou seja, tratar os problemas portuários como logística e comércio.

Artigo | Carlos Eduardo Bueno Magano 
O desenvolvimento que precisa chegar aos portos brasileiros

Sem a mínima sombra de dúvida, o Porto de Santos é o caso mais complexo da reforma portuária que o governo pretende entregar. Ademais, é o único para o qual há uma solução precisa para os seus reais problemas, demonstrando com competência objetiva e expressa, como alcançar as oportunidades do seu potencial para os próximos 30 anos. Santos2050 expõe com clareza inequívoca a forma de construir um processo para atrair cargas para o porto.

Editorial Portogente 
Portos do Paraná fazem reforma para não mudar

Santos2050, como convém, está sendo debatido com interesse entusiasmado na comunidade do Porto de Santos. Por ter Norte, possibilita melhor visão do caminho a ser tomado, para alçar o principal porto do Hemisfério Sul ao patamar dos portos asiáticos. Na sua reflexão, transcende o campo da logística e abrange um horizonte da engenharia de infraestrutura avançada e inovadora, para fluxos intenso de produção e atração de investimentos.

Da Redação 
Nossa homenagem póstuma ao professor Nicolau Gualda

Essa é a grande oportunidade de atualizar o modelo do Porto de Santos, o principal do País, para operar eficiente e economicamente competitivo entre os principais portos do mundo. Para tanto, há dois caminhos inevitáveis a serem trilhados: não persistir nos erros e tomar o caminho do futuro.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente