“Cidade é um espaço que inventamos para facilitar interações entre as pessoas e criar novas ideias, gerar riquezas, aprimorar a qualidade de vida.” (Geoffrey West – Físico)

Articulada a um sistema global do comércio marítimo, a cidade portuária tem seu espaço transformado por um processo em que a competitividade da localidade desconsidera, não raramente, a sua condição primeira de espaço para as pessoas. Não por acaso, o contingente de trabalhadores do porto é de cidadãos locais. Em prosseguimento ao debate da relação Cidade-Porto, Portogente anuncia o Webinar “Aliança Sustentável Cidade-Porto Conectada à Economia Global”, para o dia 11 de novembro próximo.

Porto Santos NOV2020 2Entrada do Porto de Santos, no litoral paulista. Crédito: Portogente.

Leia também 
Alemoa: imenso risco ao Porto de Santos

Contaminada por conveniências políticas, a direção dos portos brasileiros e o debate das suas decisões têm um histórico de desperdício de recursos e de soluções, porque focados, predominantemente, em objetivos interesseiros ou casuísticos. Exemplo do incêndio da Ultracargo e a construção do terminal da Embraport, atual Dubai Ports World (DP World), no Porto de Santos, casos de passivos ambientais, sociais e econômicos intoleráveis à luz da sustentabilidade.

Debate importante 
Incêndio da Ultracargo: crime ou acaso?

Os portos hoje desempenham um papel mais importante do que simplesmente manusear cargas no cais. Um produto produzido além mar e embarcado em um navio gera trabalho e desenvolvimento no porto de destino. Entretanto, o comércio marítimo, a começar pelo navio – poluição do ar e da água -, causa impactos nas áreas portuárias. Nisto estão incluídos riscos à saúde, à vida e à sobrevivência, no caso da qualidade do ar, envenenamento e extermínio da fauna e da flora.

Editorial | Portogente
Descentralizar a gestão dos portos e romper amarras

Ampliar ao máximo os pontos de contato entre a comunidade e o porto, promove o entendimento dos fatos e das ações necessárias, inerentes a viver em uma cidade portuária. A importância de conquistar o título Porto Verde (Green Port). Neste sentido, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) já produziu um acervo técnico de qualidade que o Portogente debate em reuniões monitoradas, os webinars, com a participação de atores portuários nacionais.

Leia ainda 
Na conquista do Porto Verde

O debate da cidade portuária exige abordagem ampla. Com um Conselho Editorial de mais de 100 membros especialistas dos mais diversos segmentos da logística portuária e forte presença acadêmica, em debate diuturno, Portogente põe luz na relação Cidade-Porto: um amontoado amorfo de interesses conflitantes, exigente de tratamento científico-tecnológico na harmonização dos seus fluxos e solução de governança.

Vamos construir o Porto Verde!

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website

O que você achou? Comente