Esta é a quantia que o governo federal congelou, a partir desta segunda-feira (22/07), do Orçamento deste ano. A notícia alvoroçou a economia nacional e já colhe reflexos também em paradas internacionais.

A equipe econômica do governo federal anunciou o contingenciamento de mais R$ 1,443 bilhão do Orçamento deste ano. Em março, foram bloqueados R$ 34,955 bilhões, que incluíram uma reserva de R$ 5,373 bilhões para pleitos dos ministérios. Esses recursos serão exauridos agora, daí o contingenciamento. O bloqueio nas despesas do Executivo supera R$ 31,025 bilhões.

600 Orçamento

Esses números foram divulgados nesta tarde pelo Ministério da Economia, por meio do Relatório Bimestral de Avaliação de Receitas e Despesas com dados de maio e junho. Com esse novo bloqueio de despesas discricionárias, a equipe econômica busca os recursos necessários para cumprir a meta fiscal prevista para este ano – um déficit primário de R$ 139 bilhões.

Leia também
Porto de Santos: porta para a Nova Rota da Seda

Os ministérios que serão afetados pelo novo contingenciamento só serão conhecidos na próxima semana. No primeiro bloqueio, os mais afetados foram os de Minas e Energia; e da Educação. Diante de protestos, o governo devolveu parte dos recursos para o da Educação, já que as universidades e institutos federais enfrentaram problemas para quitar despesas do dia a dia.

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s

*O Dia a Dia é o editorial do Portogente publicado de segunda a sábado e expressa fielmente a posição coletiva dos responsáveis pela redação do website