TMS (Transportation Management Systems) consiste numa ferramenta logística de controle do sistema de gerenciamento de transporte. O TMS é uma solução para gestão do processo de transporte que permite ao usuário visualizar e controlar toda a operação e a gestão de transporte de forma integrada. O sistema é desenvolvido em módulos independentes e que podem ser adquiridos pelo cliente conforme sua necessidade.

Módulos do TMS

O sistema tem como finalidade identificar e controlar os custos inerentes a cada operação, medindo seu desempenho, simulando modelos de fretes, monitorando eventos de carga e descarga de veículos, rastreamento, emissões de conhecimentos e manifesto de carga, cadastros de taxas e tarifas. Também é possível apoiar os estudos de dimensionamento de frota e renovações, gerenciar a manutenção da frota, e por meio de interfaces externas, gerenciar o veículo com tecnologias de GPS (“global positioning system”).


O Council of Logistics Management, dos Estados Unidos, responsável por pesquisas e estudos referentes a assuntos logísticos, constatou que as empresas gastam, em média, de 10% a 15% de seus orçamentos com atividades logísticas e que o transporte representa cerca de 50% desses custos. Por esse motivo, reduzir esses custos tem sido um dos objetivos mais perseguidos.


Para tanto, é importante identificar e mensurar os custos de cada elemento existente na cadeia de transporte, a qual envolve não só o veículo em si, mas também a gestão dos recursos humanos e materiais, o monitoramento de cargas, as perdas de manutenção da frota e índices de avarias nas entregas, bem como avaliação das diversas tabelas de fretes existentes (peso, valor, volume) apresentando o modelo que melhor se ajusta.

 
Como se vê, muitos desses custos são de difícil controle e se não existirem sistemas informatizados com ferramentas que permitam visualizar as informações com maior precisão, será difícil alcançar este objetivo. “Aquilo que não se mede não se gerencia e não se melhora”.
O TMS viabiliza a utilização de muitos controles de difícil aplicação, por exemplo, a simulação das tabelas de fretes, o rastreamento do veículo com informações detalhadas do mesmo, da carga e do motorista, onde quer que ele esteja.

transportation management systems fig 1

Funcionalidades do TMS

O TMS gerencia o sistema de transportes e possui diversas funcionalidades, tais como:

  • Manutenção: controle de garantia de peças e mão-de-obra aplicada e controle por componentes (pneu, motor, câmbio).
  • Suprimentos: controle de materiais em oficinas próprias; controle de requisições e de compras.
  • Controle de fretes de terceiros: cadastro de transportadoras; cadastro de rede de transporte; direcionadores de tarifas e taxas; registros de embarque; cálculo da provisão de frete; emissão da pré-fatura e conferência de fretes.
  • Operação - carga: rastreamento lógico das cargas, controle de transbordo e de entrega e coleta.
  • Tráfego: liberação de embarque, ordem de transporte, registro de portaria, registro de eventos, gestão do motorista.
  • Faturamento de transporte: cadastro de clientes e terceiros; cadastro de taxas e tarifas; cadastro da rede de transportes; requisição de transporte; ordem de coleta; registros de notas fiscais; emissão de conhecimentos e manifestos de carga e emissão de fatura de cobrança dos clientes.
  • Custo: Custos de manutenção: informações alimentadas pelo sistema de manutenção e suprimentos de forma integrada; Custos de operações: informações alimentadas pelo sistema de operações de forma integrada.
  • Planejamento: montagem das rotas; cálculo de dimensionamento de equipamentos; cálculo de renovação da frota; montagem de orçamento do transporte; controle orçamentário e análise das variáveis.
  • Rastreamento: interface com rastreadores GPS (“global positioning system”); interfaces com tecnologias embarcadas nos veículos; leitores de código de barras e transmissão de dados via wireless.

 

Benefícios do TMS

O TMS obtém o mínimo o custo de operação pois nos permite visualizar e controlar todos custos inerentes a gestão de transporte, controlar a qualidade dos serviços realizados internamente e externamente ou por terceiros e estabelecer metas de qualidade conforme cada necessidade desejada. Também aumenta a disponibilidade da frota dentro de sua capacidade, através da manutenção monitorada, prevendo possíveis problemas que possam ocorrer nas partes mecânica e elétrica do veículo e informações gerenciais detalhadas e de fácil acesso que permitem uma rápida tomada de decisão.

 transportation management systems fig 2

(Fonte: artigo de Kalid Nafal - Analista de projeto do Imam Consultoria)

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente