Iniciativa lançada em 2016 pela Scania, a Inovathon Logistics Challenge tem como objetivo dar visibilidade à logística, colocando o tema na agenda dos universitários, instituições de ensino e da sociedade. "A logística está ganhando cada vez mais um papel central nas empresas, deixando para trás a imagem de área suporte. Ela é protagonista de muitas decisões dentro das organizações", conta Laurent Garnier, responsável de peças de reposição da Scania na América Latina. "Mas, o destaque está em integrar os conceitos de sustentabilidade e inovação aos desafios que enfrentamos no setor de transporte", completa o executivo.

O formato do Inovathon foi pensado para que os estudantes tenham oportunidade de aprimorar os conhecimentos adquiridos em sala de aula, colocando em prática dentro de um ambiente que estimule à inovação e traga, ao mesmo tempo, elementos reais do mercado de trabalho. "De um lado, o desafio está na pressão contra o tempo e pelo resultado; do outro, a competição é uma experiência de vida, onde prevalece o espírito de equipe", explica Patrícia Acioli, responsável pela Comunicação da Scania Latin America. "Fala-se muito em geração milenium e criamos uma plataforma que nos permite interagir o tempo inteiro com eles, sem dúvida, uma troca rica", acrescenta.

No lançamento, a maratona de inovação reuniu 25 universitários de diversas partes do País para desenvolverem um projeto de gerenciamento logístico utilizando os conceitos de conectividade e as tecnologias de monitoramento e direção autônoma. Durante a competição, as equipes foram identificadas com nomes de cidades suecas e puderam participar de palestras e outras atividades complementares ao desafio. No final, o grupo vencedor foi o Örebro, formado por alunos da Universidade Federal do ABC (UFABC), do Centro Universitário Fundação Santo André, do Centro Universitário FEI e da Universidade de São Paulo (USP).

Neste ano, a maratona começou em maio com o período de inscrições. Em agosto, a equipe do Inovathon foi a campo e realizou etapas regionais em Porto Alegre, Fortaleza, Brasília, Manaus e São Bernardo do Campo. Os estudantes vencedores – divididos em equipes de cinco integrantes – representarão suas respectivas regiões na final nacional. "Viajar o País inteiro em busca de estudantes inovadores foi muito importante para o projeto. A Scania teve também um desafio logístico para solucionar", conta Acioli.

A etapa final foi realizada nos dias 30 e 1º de outubro último, no Centro de Logístico da Scania, em Vinhedo (SP). Assim como na primeira edição, os vencedores serão premiados com uma viagem para a Suécia para conhecer a capital Estocolmo, e a sede da Scania na cidade de Södertälje, onde acompanharão todo o processo logístico realizado na fábrica.

* Com informação da Assessoria de Imprensa da Scania Latin America

Pin It
0
0
0
s2smodern
powered by social2s