O comando da Secretaria de Aviação Civil (SAC) foi passado na manhã dessa terça-feira (6) por Moreira Franco para Eliseu Padilha. No discurso de posse, o novo ministro afirmou que pretende dar continuidade aos avanços da aviação civil brasileira.

“A Secretaria, mesmo em sua curta existência iniciada em 2011, fruto do que fez e avançou, já construiu elevado respeito e admiração”, avaliou Padilha. “Os ministros que me antecederam estão de parabéns. Manter e elevar esse nível conceitual é o grande desafio que nos espera”, anunciou.

Ao citar a presidenta da República, Dilma Rousseff, Padilha destacou que o povo brasileiro anseia por mudanças, e que no transporte aéreo as transformações, que já vêm acontecendo, serão ainda maiores e melhores em sua gestão.

“Instigo todo o setor (aéreo) a continuar se dedicando para avançarmos ainda mais e mais na aviação civil brasileira”, enfatizou o novo ministro. “Vamos à conquista de nossas metas, pois sabemos como as alcançar. Quem sabe faz a hora e tal hora é agora”, provocou.

Moreira Franco, ao transmitir o cargo, agradeceu a dedicação e o trabalho de todos os entes envolvidos com o transporte aéreo, e lembrou que é preciso celebrar o que foi feito durante esses três anos de existência da SAC.  

Além disso, destacou que os índices de atrasos nos aeroportos brasileiros têm sido cada vez mais baixos, a exemplo dos 8% registrados na Copa do Mundo, quando 17 milhões de passageiros circularam pelos terminais aéreos, e em dezembro, época de grande movimentação por causa das festas de fim de ano, em que a média de voos fora do horário foi de 11,3%.

“A nossa tarefa é eliminar as restrições aos que querem voar”, destacou Moreira Franco. “Vocês terão uma liderança muito sólida e bem preparada para continuar essa transformação na aviação brasileira”, apontou Moreira Franco.

Perfil
Gaúcho de 69 anos, Eliseu Padilha é advogado e empresário. Começou a atividade política em sua cidade natal, Canela, e, posteriormente,  ocupou cargos de secretário dos Negócios do Trabalho, Cidadania e Assistência Social do Governo do Estado do Rio Grande do Sul (1995), prefeito de Tramandaí (1989-1992), ministro dos Transportes (1997-2001) e deputado federal (1995-1999; 2003-2011).

Filiado ao PMDB desde que iniciou sua trajetória política, Padilha está à frente da presidência da Fundação Ulysses Guimarães desde 2007, período no qual coordenou um profundo trabalho de formação política para militantes. Atualmente, lidera a missão de ouvir e debater junto à sociedade o projeto de reforma política, a pedido do Conselho Nacional do PMDB.

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente