Em reunião com dirigentes de associações do setor elétrico, o Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, afirmou que pretende manter interlocução direta com os diversos segmentos da área de energia elétrica, para construir soluções equilibradas para o setor. O objetivo do encontro foi tratar das principais demandas dos agentes. Reuniões com outras associações relacionadas ao setor elétrico deverão ocorrer ainda este mês.

 



“Espero defender o setor elétrico e principalmente o consumidor. Precisamos criar políticas públicas que sejam inteligentes. Com equilíbrio, coragem e ousadia, vamos buscar acertar nas nossas decisões”, disse o Ministro aos participantes do encontro.

Nas próximas semanas estão previstos encontros com representantes do setor de petróleo, gás natural, combustíveis renováveis e mineração. “Tivemos uma reunião muito boa com as associações, que apresentaram suas visões e sugestões. Uma ação permanente do Ministério será sempre estabelecer o diálogo, buscando compreender as reivindicações do setor privado e do setor público”, afirmou.

Durante a reunião também foram abordados vários temas, entre eles os recursos para as distribuidoras de energia elétrica, que será um dos assuntos tratados em reunião marcada para a próxima terça-feira, dia 13, com a Associação Brasileira de Distribuidores de energia Elétrica (ABRADEE). Sobre o assunto, Braga reforçou a necessidade de buscar uma “solução estruturante”.

“Estamos trabalhando muito e nos aproximamos de uma solução”, afirmou o Ministro. “Nosso pessoal segue trabalhando para que possamos continuar a debater as ações que já foram divulgadas, mais ainda não tem definição”, disse Braga, ao final da reunião, a jornalistas.

Participaram da reunião a Associação Brasileira de Geradoras Termelétricas (ABRAGET); Associação Brasil. de Geração de Energia Limpa (ABRAGEL); Associação Nacional dos Consumidores de Energia (ANACE); Associação Brasileira de Fomento às Pequenas Centrais Hidrelétricas (ABRAPCH); Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia Elétrica (ABRACEEL); Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEeolica); Associação Brasileira dos Investidores em Autoprodução de Energia (ABIAPE); Associação Brasileira Empresas Geradoras de Energia Elétrica (ABRAGE); Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR); Associação Brasileira de Grandes Empresas de Transmissão de Energia (ABRATE); Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Energia (APINE); Associação da Indústria de Cogeração de Energia (COGEN); Associação Brasileira de Energia Elétrica (ABRADEE); Associação Brasil. Grandes Consumidores Industriais de Energia (ABRACE); e Associação Brasileira de Companhias de Energia Elétrica (ABCE).  

Pin It
0
0
0
s2sdefault
powered by social2s

O que você achou? Comente